Após assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (6), os bancários em Londrina aceitaram as propostas dos bancos e deram fim à greve da categoria. A previsão é que o atendimento à população seja normalizado na terça-feira (7).

As direções do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal ofereceram um reajuste de 8,5% nos salários, 9% no piso e 12,2% no vale-alimentação. Os índices são inferiores aos pedidos pelos trabalhadores, mas foram considerados satisfatórios pelo comando da greve.

Apesar de uma proposta menor do que a meta estipulada pelo sindicato – "dificilmente as negociações atingem o valor cheio", explicou o presidente do sindicato dos bancários em Londrina, Wanderlei Crivellari – o ganho real é maior do que o obtido após a paralisação de 2013, que durou 23 dias. Descontada a inflação do período, os salários deverão ter um aumento real de 2,02%, contra 1,82% do ano passado.

Para os funcionários dos bancos públicos, a greve resultou em promessa de mais contratações e ampliação do vale-cultura – caso da Caixa Econômica Federal. Bancários de instituições privadas devem receber participação nos lucros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]