i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
energia

Trump quer mais refinarias de petróleo nos EUA

Presidente eleito também citou necessidade de incrementar as forças armadas para fazer frente à ameaça chinesa

    • Baton Rouge, EUA
    • AFP
    • 10/12/2016 10:13
     | Drew Angerer/AFP
    | Foto: Drew Angerer/AFP

    O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu na sexta-feira a construção de mais refinarias de petróleo nos Estados Unidos, e prometeu acabar com as “restrições destruidoras de empregos” que estão sufocando o setor energético. Trump também fez uma advertência aos adversários dos Estados Unidos em todo o mundo, ao declarar que está preparado para relançar a produção militar americana para se manter no nível de países como a China, que está modernizando rapidamente suas forças armadas.

    O presidente eleito fez tais declarações em Baton Rouge, na Louisiana, um dos principais produtores de petróleo do país, durante uma escala de sua “viagem da vitória”. Quando assumir o cargo, em janeiro, “meu governo eliminará cada uma das ineficientes normas que reduzem a capacidade dos nossos trabalhadores e de nossas empresas de competir”, disse Trump. “Cancelaremos as restrições destruidoras de empregos na produção de energia nos EUA, incluindo xisto, petróleo, gás natural e carvão limpo”, declarou Trump sob aplausos. “Não construímos qualquer refinaria há décadas. Vamos construir refinarias, certo, amigos?”, perguntou Trump a seus correligionários, destacando a importância da indústria energética na Louisiana.

    Trump, que já citou a China em várias ocasiões como um adversário econômico e comercial, na sexta-feira sugeriu que os Estados Unidos precisam “construir as forças armadas mais fortes que já tivemos” para manter a vantagem competitiva. “Acredito na paz pela força”, revelou o presidente eleito. “Se olharem o que está ocorrendo na China, se olharem o que está ocorrendo em muitos outros países, verão que não estão relaxando”, declarou Trump. “Se eles não relaxam, também não podemos fazê-lo, certo?”

    Baton Rouge foi a quarta escala de Trump desde sua vitória, no dia 8 de novembro.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.