Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Uma nova Varig, com menos funcionários e menos gastos operacionais, está sendo prevista pela VarigLog, confirmam fontes ligadas ao processo de avaliação da oferta da ex-subsidiária pela companhia aérea. Na segunda-feira, a Justiça do Rio de Janeiro estendeu até quarta-feira o prazo para que a VarigLog explique com detalhes a proposta de compra da Varig.

Segundo fontes, um dos pontos que estão sendo detalhados na Justiça seria um formato mais enxuto da empresa, com previsão de cortes de funcionários para um ajuste operacional e financeiro. Ainda segundo profissionais envolvidos no processo, a VarigLog prevê uma futura retomada do quadro de funcionários a partir do crescimento na participação de mercado (market share) da companhia aérea - que, até maio, era de pouco mais de 14% das rotas nacionais.

O pedido de extensão do prazo foi feito pelos advogados da Varig para que os credores e o administrador judicial tenham mais tempo para estudar a oferta. Segundo o administrador judicial da Varig Luiz Roberto Fiori, diretor da consultoria Deloitte, um dos pontos em discussão na proposta da VarigLog diz respeito à continuidade da antiga Varig, que, no plano de recuperação judicial aprovado pelos credores, fica com a dívida passada e continua em recuperação judicial.

Fiori disse que a continuidade da Varig antiga é importante no processo e que a empresa, após o leilão, não poderá existir só no CNPJ.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]