Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Concessionária de veículos em Curitiba: mercado de automóveis no país se mantém estável, segundo a Fenabrave | Albari Rosa/ Gazeta do Povo
Concessionária de veículos em Curitiba: mercado de automóveis no país se mantém estável, segundo a Fenabrave| Foto: Albari Rosa/ Gazeta do Povo

Acompanhando o comportamento do mercado nacional – mas com resultados mais acentuados – os emplacamentos de automóveis e comerciais leves no Paraná, em maio, registraram uma queda de 9,78% em comparação com abril. Foram 23.856 unidades contra 26.441. Já na comparação com o mesmo período do ano passado houve aumento dos emplacamentos: 16,92% a mais em maio deste ano em relação ao mesmo mês de 2012. No acumulado do ano o resultado também é positivo. De janeiro a maio foram emplacados 112.381 veículos contra 100.711 dos cinco primeiros meses do ano passado. A alta é de 11,59%.

Em todo o país, foram emplacados em maio 300.614 automóveis e comerciais leves, superando em 136 carros o recorde anterior para o mês, registrado em 2011. No acumulado do ano, as vendas do segmento somam 1,4 milhão de unidades, crescimento de 8,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que representa cerca de 7 mil concessionários no Brasil.

"O mercado está estável e essa queda nos emplacamentos em maio pode ser atribuída ao menor número de dias úteis em relação a abril. Isso sem contar que tivemos dois feriados no mês, o que também influencia, negativamente, os dias de venda nas pontes dos feriados", disse o presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti. Em maio foram 21 dias úteis contra 22 em abril. Apesar do cenário, a Fenabrave não reavaliou as projeções para o ano, o que deve ser feito apenas no início de julho, quando divulgará os resultados do primeiro semestre. Em março, o setor estimava um crescimento de 3,5%, considerado tímido.

Incluindo caminhões e ônibus, os emplacamentos em maio, em todo o país, somaram 316,2 mil unidades, com alta de 10% em relação ao mesmo mês de 2012, mas com queda de 5,2% em relação a abril. No ano, o setor acumula crescimento de 8,6%, para 1,48 milhão de unidades. No Paraná, houve queda de 9,17% nos emplacamentos em maio, comparado com abril, e aumento de 18,35% em relação ao mesmo mês de 2012. Os emplacamentos acumulados somam 120.033 unidades de janeiro a maio, 11,62% mais do que no mesmo período do ano passado.

"Elitizados"

Carros com motor acima de 2.0, tiveram recuo de 54%

Os dados nacionais da Fenabrave mostram que o único segmento de automóveis que registrou retração no acumulado do ano (-54%) é o dos modelos equipados com motor acima de 2.0, que ficaram de fora dos benefícios fiscais concedidos pelo governo, por serem considerados elitizados. Apenas 4.146 unidades desses carros foram emplacadas nos cinco primeiros meses de 2013, menos da metade do volume registrado no ano passado (9.018 unidades). A redução do imposto beneficia mais diretamente os modelos 1.0; o tributo cresce à medida que a capacidade do motor aumenta.

Desempenho

Em 2012, o setor automotivo teve fraco desempenho em boa parte do primeiro semestre, o que levou o governo a reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) no fim de maio. O benefício está mantido parcialmente até o fim deste ano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]