Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

Farinha, ovo, banho de lama, choro e muita alegria são os ingredientes da festa que os vestibulandos fazem quando encontram seus nomes na lista dos aprovados. O percurso percorrido até a tão sonhada vaga numa universidade, na maioria das vezes, é trilhado dentro das salas de aula de cursos pré-vestibulares - os cursinhos. Mas como ficam os alunos que não têm condições financeiras de pagar mensalmente por um cursinho?

As pessoas carentes que buscam uma das vagas nas universidades têm que recorrer aos cursos pré-vestibulares gratuitos, mas a oferta não atende à demanda. Os alunos não encontram muitas opções, e quando as encontram, se deparam com um número pequeno de vagas e muita concorrência.

CuritibaAtendendo alunos de baixa renda desde 2002, inserido no projeto "Formação Solidária", o Cursinho Solidário abriu o período de inscrições para a turma do primeiro semestre de 2005, no mês de novembro do ano passado, e depois de pré-inscrição, confirmação da inscrição e avaliações, em fevereiro deste ano foram divulgados os aprovados. Ao todo, segundo a assessoria, foram mais de 800 alunos que tentaram uma das 100 vagas ofertadas para o curso regular (ano inteiro). Os aprovados pagam por mês uma taxa simbólica de R$ 10,00. As aulas já começaram e são de segunda a sábado de 18h50 até 22h30 no Colégio Bagozzi, um dos parceiros do projeto, que cede a estrutura física. O aluno aprovado deve ter uma freqüência igual ou maior a 80%, os que ficarem abaixo desta média podem perder a vaga.

Para o Semi Intensivo do "Formação Solidária", no segundo semestre, o espaço utilizado é o do Colégio Expoente, outro parceiro, e o horário das aulas é de 14h às 18h, de segunda a sexta. Para quem tem interesse serão abertas 50 vagas. As inscrições, pelo site, começam no mês de junho. Os interessados em concorrer a uma vaga para o Semi Intensivo devem, obrigatoriamente, ter a vida acadêmica toda em escola pública e comprovar a renda da família. O candidato depois passa por uma prova de Língua Portuguesa e Matemática.

Em 2004, dos 100 alunos atendidos pelo cursinho, segundo a assessoria, seis passaram na Universidade Federal do Paraná (UFPR), dois em instituições privadas e outros quatro em escolas técnicas. As aulas são dadas por professores dos colégios Bagozzi e Expoente.

Outras opçõesAinda na capital outra opção para os alunos carentes é o Curso Pré-Vestibular Em Ação, que é vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPR e mantido pela Organização Não-Governamental (ONG) "Em Ação". O cursinho existe há cinco anos no Centro Politécnico e neste primeiro semestre de 2005 ofertou 235 vagas. Segundo o diretor executivo e jurídico da ONG, Adelino Venturi Júnior, cerca de 3 mil pessoas se increveram. "Do total, aproximadamente 800 eram de São José dos Pinhais, o que nos fez pensar na idéia de abrir uma filial na região metropolitana. Já foi feito um primeiro contato com o prefeito que se mostrou sensível à idéia", afirmou.

Para o Semi Extensivo, no segundo semestre, serão abertas outras 150 vagas. As incrições começam no mês de junho e custam R$ 20,00. Os candidatos devem adquirir o manual na UFPR, preencher a ficha de inscrição e o questionário sócio-econômico. Depois passam por um teste seletivo que consta de cinco questões de raciocínio lógico de cada disciplina do Ensino Médio e uma redação. Se aprovados, os candidatos ainda passam por uma entrevista.

Os interessados devem ter vida acadêmica em escolas públicas, comprovar baixa renda, através do questionário sócio-econômico, e passar no teste seletivo e entrevista. O aluno aprovado paga R$ 30,00 por cada apostila - durante o ano são usadas cinco. Os professores que dão aula voluntariamente são todos licenciados e de diversas instituições.

Começando...Quem está dando os primeiros passos para oferecer curso pré-vestibular gratuito aos alunos carentes de Curitiba é o Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (CEFET-PR). Neste ano de 2005 foi aberta a primeira turma, com 40 alunos. Ao todo, 111 pessoas fizeram a inscrição no período de 28/02 a 02/03. Para o segundo semestre os idealizadores do projeto estão tentando abrir outra turma. A idéia, segundo os coordenadores, é oferecer mais 120 vagas.

No interiorEm Ponta Grossa os alunos carentes que buscam ajuda nos cursinhos gratuitos contam com o Projeto Cursinho Pré-Vestibular Comunidade em Ação. As atividades deste cursinho começaram em 2003, como um projeto de extensão dos alunos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). No ano seguinte o cursinho se desvinculou da universidade e passou a utilizar somente o espaço físico. Para 2005 houve uma reformulação em virtude dos problemas apresentados no decorrer de 2004. Segundo a coordenadora Francielli Chrestani, o curso atendia 60 alunos, mas apenas 20 terminaram o ano. "Esse alto número de desistências ocorreu porque muitos não tinham dinheiro nem para pegar o ônibus", disse.

As mudanças vão desde a cobrança de uma taxa simbólica por mês até a desvinculação total da UEPG. Para o segundo semestre, o cursinho vai oferecer o Semi Intensivo. As inscrições abrem em julho e custarão R$ 10,00. Serão ofertadas 60 vagas, mas, segundo Francielli, "já estamos estudando a idéia de abrir outra turma". As aulas, de segunda a sexta de 13h às 18h, estão marcadas para começar em agosto. Os alunos que se inscreverem serão entrevistados para definir os aprovados. Os professores são os alunos voluntários da UEPG.

Londrina e MaringáA Universidade Estadual de Londrina (UEL) oferece o Curso Preparatório Especial Pré-Vestibular, destinado a alunos carentes. Nesta ano as incrições foram de 21/02 a 02/03 e abrem apenas uma vez por ano. Serão selecionados os primeiros 150 candidatos classificados na prova de conhecimentos. As aulas começam no dia 18 de abril, das 18h50 às 23h05, de segunda a sexta-feira, nos sábados das 13h25 às 18h20 e plantões aos domingos.

Em Maringá alguns Centros Acadêmicos (CAs) oferecem, próximo ao vestibular, aulões para ajudar alunos carentes, mas não há a prática regular de curso pré-vestibular gratuito.

Serviço:

Cursinho Solidário - tel.: 362-1996

Cursinho Em Ação - tel.: 3013-1549

Cursinho CEFET-PR - tel.: 310-4814

Cursinho Pré-Vestibular Comunidade em Ação - Ponta Grossa - tel.: (42) 8802-9319

Curso Preparatório Especial Pré-Vestibular - Londrina - tel.: (43) 3371-4719.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]