Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Pelo menos 45 estudantes ocupam neste sábado a Sala dos Conselhos do prédio central da Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Eles informaram que não iriam se retirar enquanto a reitora em exercício, Maria Tarcisa Silva Bega, não os recebesse. Os alunos invadiram a reitoria na tarde de sexta-feira, ao fim da reunião do Conselho Universitário, que decidiu pela abertura de uma sindicância administrativa para apurar as denúncias de irregularidades na consulta para a eleição do reitor. A reitora em exercício não foi localizada para falar sobre o caso.

Os estudantes reivindicam o cancelamento da reunião do Colégio Eleitoral marcada para terça-feira (06) para a realização de uma sindicância paritária - com presença igualitária entre professores, técnicos e estudantes - para apurar as denúncias de irregularidades no processo eleitoral para reitor, realizado em 23 de novembro; convocação do Colégio Eleitoral só depois de apuradas as denúncias contras as chapas e oficializada a decisão pela Comissão Eleitoral e nenhuma punição aos estudantes envolvidos na ocupação.

Segundo a estudante de Psicologia Melissa Rodrigues de Almeida, que está na Sala dos Conselhos, "os segurança da Federal estão permitindo a entrada de água e alimentação para os ocupantes. Colchonetes e cobertores foram proibidos".

Na tarde de sexta, os estudantes quebraram uma porta e uma janela. Para tentar acalmá-los, uma comissão de dez alunos foi formada para participar da reunião do Conselho. Porém, por volta das 15h, ao serem encaminhados para a sala onde ocorreria a reunião, uma parte dos manifestantes conseguiu invadir o prédio, mesmo com seguranças e Polícia Militar no local, totalizando cerca de 50 homens guardando todas as entradas. Na quarta-feira, eles também tentaram a invasão e foram contidos por homens da Polícia Federal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]