Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Fuvest divulgou nesta quarta-feira (17) a lista de aprovados na primeira fase do vestibular 2015. Os estudantes que tentam vagas na USP (Universidade de São Paulo) e no curso de medicina da Santa Casa vão fazer a segunda fase da prova em janeiro.

Confira, no site da Fuvest, os convocados para a próxima fase

Ao todo, 29.698 candidatos foram convocados para realizar a segunda fase do vestibular. Desse total, 1.957 são treineiros. O restante (27.471) vão disputar as 11.177 vagas: sendo 11.057 para cursos da USP e 120 para o curso de medicina da Santa Casa.

Inicialmente, o resultado seria divulgado no dia 22 de dezembro, como consta no manual do candidato, mas foi adiantada pela Fuvest.

A USP oferece 249 cursos de graduação distribuídos em oito campi no Estado de São Paulo, nas cidades de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos e São Paulo.

Na segunda-feira, a Fuvest divulgou as notas de corte da primeira fase do vestibular.

A nota de corte mais alta foi para o curso de medicina com 72 pontos, seguido pelo curso de medicina em Ribeirão Preto (70), engenharia aeronáutica em São Carlos (68), engenharia civil em São Carlos (62) e engenharia na Escola Politécnica (61). Confira aqui a relação completa das notas de corte.

Entre os treineiros, a nota de corte para humanas foi de 49, biológicas, 50, e exatas, 52.

A primeira chamada dos aprovados será feita no dia 31 de janeiro de 2015. A partir desta data, o candidato poderá ter acesso ao seu desempenho no vestibular no site da Fuvest.

Segunda fase

As provas da segunda fase serão realizadas nos dias 4, 5 e 6 de janeiro de 2015. A Fuvest ressalta que os candidatos devem ficar atentos aos locais das provas, já que eles não serão necessariamente os mesmos onde o candidato realizou a primeira fase.

No primeiro dia, todos os candidatos deverão fazer uma prova com dez questões de português e uma redação. No dia 5, será aplicada uma prova de 16 questões dissertativas de história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês. O terceiro e último dia terá 12 questões dissertativas, mas o conteúdo varia de acordo com a carreira escolhida pelo candidato, e pode abordar entre duas e três disciplinas.

As provas de habilidades específicas (artes cênicas, música - Ribeirão Preto, audiovisual, arquitetura - São Paulo, arquitetura - São Carlos e design) serão realizadas a partir do dia 7 de janeiro de 2015. Para mais informações, os estudantes devem consultar a página 2 do manual do candidato.

Primeira fase

A prova da primeira fase foi realizada no dia 30 de novembro. Os candidatos resolveram 90 questões, múltipla escolha, nas disciplinas de português, história, geografia, matemática, física, química, biologia, inglês e terá algumas questões interdisciplinares.

Segundo professores ouvidos pela Folha, foi uma prova difícil, abrangente e que exigiu dos candidatos domínio do conteúdo. "Quando se pensa nos vestibulares paulistas, a Fuvest é a prova mais exigente. E, neste ano, ela foi mais puxada", afirma Marcelo Dias Carvalho, coordenador do Etapa.

Contudo, o grande destaque do vestibular deste ano foi uma pergunta de geografia na qual os estudantes deveriam apontar a "natureza" da crise de abastecimento de água na Grande São Paulo. Segundo o gabarito oficial, a alternativa correta é a que diz que a crise tem natureza "ecológica e política, posto que a reposição de água dos reservatórios depende de fatores naturais, assim como do planejamento governamental sobre o uso desse recurso".

O tema teve grande destaque na eleição deste ano. Opositores acusaram os sucessivos governos tucanos em São Paulo de falta de planejamento, mas a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) rebatia afirmando se tratar de uma seca histórica. Procurada, a gestão Alckmin informou que a Fuvest tem liberdade para elaborar a prova e que não iria comentar a questão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]