i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Instituições federais

MEC determina aulas presenciais nas federais a partir de 4 de janeiro

  • PorGazeta do Povo
  • 02/12/2020 08:27
Milton Ribeiro, ministro da Educação.
Milton Ribeiro, ministro da Educação.| Foto: Isac Nóbrega/PR

O Ministério da Educação determinou, em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (2), que instituições federais de educação básica e ensino superior devem voltar às aulas presenciais a partir de 4 de janeiro. O documento está assinado pelo ministro Milton Ribeiro e determina ainda o seguimento das medidas previstas pela pasta em seu "Protocolo de Biossegurança" para o retorno das aulas contra a propagação do novo coronavírus.

A portaria, em seu artigo 2º, prevê que recursos digitais, que possibilitam aulas a distância, sejam utilizados depois do dia 4 de janeiro apenas "de forma complementar" e "em caráter opcional", para "integralizar a carga horária de atividades pedagógicas" a serem determinadas pelas instituições.

No caso de práticas profissionais de estágios ou atividades que exijam laboratórios especializados, o texto prevê a possibilidade da utilização de recursos tecnológicos nos casos excepcionais previstos nas "Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE)".

Aos cursos não disciplinados pelo CNE, fica vedada a excepcionalidade, ou seja, as aulas remotas. Já para o curso de Medicina, o documento autoriza aulas a distância apenas em disciplinas teórico-cognitivas.

Ainda segundo a portaria, caso autoridades locais decidam pela suspensão das atividades letivas presenciais, as instituições poderão optar por retornar às aulas a distância.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • V

    VERONICA

    ± 0 minutos

    É preciso um coordenação nacional de retorno às aulas. Essa coordenação local podem gerar desigualdades e desníveis entre os estudantes que jamais poderão ser recuperados! Os pais precisam estar levando isso em conta... Já é visível o desnível entre estudantes da mesma série... Onde isso vai parar e a quem isso interessa?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • W

      Walter

      ± 20 horas

      Vai contra o que a UTFPR tem em mente. Começa no virtual, dia 18 de fevereiro, e retorna às aulas presenciais somente quando o cenário Covid se mostrar mais controlado. Parece mais sensato.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • K

        KIDELMIR

        ± 20 horas

        O Sr ministro deve ter omitido alguma estratégia que não conhecemos, a julgar pelo índice de contaminação atual da covid-19, a realidade de nossas Universidades, idade e saúde dos docentes, comportamento dos jovens estudantes, senão já adotou o comportamento do Capitão presidente e volta atrás em menos de 15 dias.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        Fim dos comentários.