Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Educação
  3. Paulo Freire, Monteiro Lobato e Tancredo Neves: os nomes de escola mais comuns em alguns estados

lista

Paulo Freire, Monteiro Lobato e Tancredo Neves: os nomes de escola mais comuns em alguns estados

Lista vai de ex-presidentes, militares, escritores e políticos a escritores, e inclui o poetinha Vinícius de Moraes e o piloto Ayrton Senna da Silva

  • Filipe Albuquerque, especial para a Gazeta do Povo
 | Acervo / Instituto Paulo Freire
Acervo / Instituto Paulo Freire
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Paulo Freire, Monteiro Lobato e Tancredo Neves estão entre os nomes mais comuns nas escolas públicas em pelo menos três estados brasileiros. Em São Paulo, Minas Gerais e Paraná, respectivamente, o educador, o escritor e o ex-presidente da República lideram a lista dos nomes das instituições de ensinos estaduais e municipais. 

Gazeta do Povo fez a comparação a partir de uma lista com os nomes de 40 personalidades da história brasileira. Como não existe um banco de dados nacional das escolas públicas, é possível apenas consultar os dados em alguns estados que permitem a busca por nome.

Em São Paulo, Paulo Freire, conhecido por ter criado o método de alfabetização de adultos que leva seu nome, aparece como nome de 38 instituições públicas de ensino, seguido por Monteiro Lobato, com 37 escolas, e Dom Pedro I e Santos Dumont, com 11 cada. 

O criador de O Sítio do Picapau Amarelo lidera a lista de nomes das escolas públicas no estado do Paraná. São 52 instituições de ensino que recebem o nome do escritor, entre municipais e estaduais. A poetisa Cecília Meireles é a segunda mais lembrada; 36 escolas públicas receberam o nome da autora de “Ou Isto ou Aquilo”, de 1965. Rui Barbosa, o “Águia de Haia”, – por sua participação como embaixador brasileiro na 2ª Conferência de Paz de Haia, na Holanda, em 1907 –, é o terceiro em preferência nas escolas paranaenses, com 30 instituições que levam seu nome. 

Eleito presidente da República pelo voto indireto em 1985, mas morto antes de tomar posse, Tancredo Neves dá nome a 33 escolas públicas em Minas Gerais, seu estado natal. Outro ex-presidente mineiro, Juscelino Kubitschek, é o segundo mais lembrado pelas instituições de ensino mineiras: 21 delas recebem seu nome. O mártir da Inconfidência Mineira, Tiradentes, dá nome a 30 escolas públicas mineiras. 

Entre os ex-presidentes lembrados estão ainda Juscelino Kubitschek, João Goulart, e alguns nomes fortes do regime militar, como Castello Branco e Arthur da Costa e Silva, além do primeiro presidente do país, Marechal Deodoro da Fonseca. Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, o piloto Ayrton Senna da Silva, o seringueiro e ativista ambiental Chico Mendes e o “poetinha” Vinícius de Morais estão também entre os personagens da história do país que nomeiam escolas públicas em São Paulo, Minas Gerais e Paraná. 

Confira a lista dos nomes mais comuns de escolas públicas de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. 

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE