i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Prova

Últimas dicas antes de encarar o Enem

  • PorAdriana Czelusniak
  • 21/10/2013 21:12
 | Hugo Harada/Gazeta do Povo
| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Procure estar descansado e tranquilo

Recém-aprovado em Medicina na Universidade Positivo, Bruno Henrique Schuta Bodanese (foto), 17 anos, também quer garantir vaga em uma universidade pública. Na preparação para o Enem, além de revisar as matérias e ler jornais, ele cuida do psicológico para estar tranquilo nos dias de prova. "O Enem é prova de resistência. Para conseguir fazer todas as questões, tem de estar muito descansado e tranquilo", conta o aluno do Colégio Bom Jesus. O psicólogo Fernando Elias José, mestre em Cognição Humana, recomenda estar atento à respiração para evitar a ansiedade. "No dia da prova, o controle da respiração poderá gerar uma sensação de tranquilidade e não de ansiedade."

Fique ligado

Resolução

No sábado e no domingo, logo após o fim das provas do Enem 2013, a equipe da G azeta do Povo e professores dos colégios Acesso, Bom Jesus, Dom Bosco e Expoente estarão a postos para corrigir e comentar as questões do exame. Acompanhe a resolução em tempo real em www.gazetadopovo.com.br/vida-universidade.

No próximo fim de semana, cerca de 7,2 milhões de candidatos farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 1.161 municípios brasileiros. No sábado, os participantes terão de resolver 90 questões objetivas de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. No dia seguinte, será a vez das provas de Redação, Linguagens e Matemática, que contam com uma questão discursiva e 90 de múltipla escolha. Ter um bom desempenho no Enem aumenta a chance do candidato de garantir acesso em universidades públicas, bolsa de estudo em instituições privadas, financiamento estudantil e classificação para o programa Ciência sem Fronteiras. Confira algumas dicas para os dias que antecedem o exame:

Confira quais são os ônibus disponíveis para chegar aos locais de prova; infográfico mostra linhas especiais destacadas em amarelo.

No dia "D"

Os portões dos locais de prova serão fechados às 13 horas. Não esqueça de levar o cartão de confirmação da inscrição, um documento de identidade com foto e caneta esferográfica preta, de material transparente. Aparelhos eletrônicos e conversas durante a prova são proibidos. O tempo médio para responder a cada questão é de três minutos, e cerca de meia hora deve ser reservada para preencher o gabarito. "O Enem é uma prova cansativa e para resolver a prova inteira não dá tempo de ler duas vezes o texto dos enunciados. A dica é ir sublinhando parte das questões e das respostas à medida que as informações são lidas", diz Cleuza Cecato, professora do Bom Jesus.

Português

Na prova de Linguagens, será preciso estabelecer relações entre os usos formais e informais da língua portuguesa e saber que há imensa variedade de usos conforme a situação e os interlocutores envolvidos, de acordo Cida Grecco, professora do Colégio Estadual do Paraná (CEP). "É importante também revisar as escolas literárias, suas características, seus autores e obras. Assim, ficará mais fácil eliminar alternativas que tragam características que não são do período literário cobrado no texto", lembra.

Antichute

As habilidades dos alunos são avaliadas a partir da Teoria da Resposta ao Item (TRI), que desconsidera questões preenchidas por "chute". Assim, um acerto em questão difícil só vale se houver acertos em questões médias e fáceis. A professora Cleuza Cecato alerta que uma resposta que parece ser óbvia demais tem grandes chances de estar correta. "Muitos estudantes ficam implicando com questões fáceis, procurando pegadinhas ou uma resposta mais difícil, mas o Enem não tem perfil de prova com pegadinha. É sempre para completar o raciocínio ou resolver o problema", diz.

Não se perca

Todos os candidatos já deveriam ter recebido o cartão de confirmação de inscrição pelo correio. Se você ainda não tem o documento, acesse site do Inep (enem.inep.gov.br) e imprima o comprovante, que indica o local da prova e deve ser apresentado no dia do exame. É importante conhecer e fazer o percurso antes do dia para evitar atrasos. A Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) divulgou ontem as linhas de ônibus especiais, criadas para os dias do Enem. Confira a lista no site da Gazeta do Povo.

Redação bem feita

Pensando na estrutura da redação, o título deve ser criativo e fugir de clichês. Na introdução, entram pistas sobre o que será tratado e, no desenvolvimento, devem aparecer os argumentos que indicam a importância do tema e indicações de como o problema apresentado pode ser resolvido. Dê sugestões concretas. Por fim, a conclusão encerra os argumentos. O ideal é reservar a primeira hora para fazer a redação. Nas produções, que devem ter até 30 linhas, são consideradas cinco competências: domínio da escrita formal, compreensão da proposta, organização das informações, força da argumentação e proposta de intervenção para o problema. A letra deve ser mediana e legível.

Vai que cai...

Mantenha a leitura de jornais e revistas e fique atento à relação de infográficos e tabelas com as informações contidas no texto, o que pode ajudar a resolver alguma questão. Além disso, estatística é um conteúdo recorrente nas provas, segundo o professor de Matemática do Colégio da Polícia Militar Carlos Coruja. "Média, moda e mediana e funções de primeiro e segundo graus também devem ser revistos antes da prova", diz.

Hora de relaxar

Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

A rotina de estudos de Bruna Letícia de Souza (foto), na última semana, foi intensa. Às 7 horas, ela já estava no Colégio Estadual do Paraná (CEP), onde acompanhou aulas do terceirão, do pré-vestibular e do curso intensivo para o Enem, além de horas de estudo na biblioteca. A volta para casa era depois das 21h30. De olho em uma vaga em Letras Português/Espanhol, a estudante de 17 anos conta que agora pretende descansar mais. "Foi um ano muito corrido e de muito estudo, estou só revendo o que já estudei durante as aulas e vou dar uma relaxada nesses últimos dias", diz.

Revisão

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.