Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • N

    Nilson Bispo de Jesus

    ± 0 minutos

    Não é segregação, mas a verdade! Um jovem de 16 anos, cego, está com o aprendizado atrasado, deprimido, chegando a tomar atitudes perigosas, quebrou a tela do laptop que usa com a cabeça, por stress. Alguns professores desdenham (não estudaram pra isso), outros tentam dar atenção e um chega às vias da tortura psicológica (o garoto chora). Minha filha era colega dele e viu. Mas como denunciar? Provavelmente, seria vista como segregadora! Penso que os professores não são capacitados, não ensinam bem e não conseguem ao menos comunicar-se direito com crianças cegas, surdas e etc. O que a cientista citada falou aconteceu.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Sousa

    ± 2 horas

    Custo acreditar que em pleno 2019 ainda existam pessoas em paises ocidentais que defendem esse tipo de segregação. Jamais alunos com deficiências físicas serão motivo para atraso dos outros alunos. Estudantes com alterações cognitivas podem prejudicar o transcorrer normal das aulas em função de seu possível comportamento agitado, porem, alunos que apresentam tão somente alguma limitação física podem perfeitamente conviver, e estudar, junto aos ditos normais. Sou cadeirante, em 1977 aos 7 anos de idade comecei a estudar em uma escola "normal" onde eu era o único diferente dentre mais de 40 alunos "normais". Nos anos seguintes a situação se repetiu e sempre tive bom aproveitamento escolar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carlos Sousa

      ± 2 horas

      Apenas completando já que o sistema permite apenas 700 caracteres. Além de eu sempre ter tido bons resultados em minha vida escolar, estudando junto aos "normais", meus relacionamentos com os demais estudantes sempre foi normal. Nunca fui menosprezado ou super estimado em função de minha condição física. E, tenho certeza, jamais fui fator de atraso para qualquer um de meus colegas de classe.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Lucio Fabis

    ± 7 horas

    As pesquisas utilizadas para este artigo são todas realizadas em lugares específicos dos Estados Unidos, o que por si só já deveria ser motivo para não se tirarem conclusões precipitadas. Existem muitos outros artigos dos próprios EUA que dizem o contrário ou consideram as duas situações (https://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ1055208.pdf). Além disso, se pautam somente em um desempenho específico, quantitativo, localizado temporalmente e impessoal. Como essas crianças com escolarização exclusivamente especial viverão fora destas? Sem contato com as deficiências como as outras crianças aprenderão a lidar com elas? Por que então não se investe mais na escola pública e seus profissionais?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CRISTIANO ARAUJO

    ± 8 dias

    Eu fico imaginando que tem de ter uma pesquisa das "galáxias" para constatar algo que qualquer professor, com o mínimo de percepção, que trabalha em salas de aulas com crianças especiais sabe. Conseguem imaginar uma criança autista num ambiente que é totalmente "estranho" e "agressivo" aos sentidos delas? Muitos pais não encaram a realidade e também tem muitos que querem colocar o filho em qualquer lugar pois isso é como um período de descanso para eles. A maioria dos municípios não têm locais estruturados e próprios para atender todas as crianças especiais, mas todos têm escolas comuns por isso que é mais fácil lutar pela inclusão nelas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wagner

    ± 8 dias

    Com ou sem inclusão nossos professores hoje gastam mais tempo tentando gerenciar o ambiente de sala de aula do que apresentando de forma eficiente os conteúdos das disciplinas. Se sem a inclusão já é difícil com a falta de educação que os alunos já vem de casa, com a inclusão então não faço idéia, isso funcionaria se em cada sala de aula tivssemos dois profissionais: Um para ensinar e outro para cuidar. Coisas que podem até funcionar em países de primeiro mundo e que tentam importar para a nossa realidade sem nenhuma adaptação. Coitado dos professores...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 8 dias

    Eh óbvio que alunos "com limitações" não soh não conseguem ser verdadeiramente "incluídos" no ritmo da turma, como também atrasam o desenvolvimento natural da turma, justamente para evitar está situação MALÉFICA para todos, eh que alunos com "limitações" deveriam estudar em escolas preparadas DE VERDADE para atender a eles com a atenção que merecem; MAS a pedabobogia atual inspirada em PAULINHO Freire, e o ESTADO querendo economizar nas escolas preparadas para alunos "com limitações" jogaram eles em salas comuns, dando um tratamento comum para quem merece mais atenção. Isso eh óbvio, eh o que a pesquisa mostra, mas tem gente "com muitas limitações" que não quer entender

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carlos Sousa

      ± 2 horas

      Vc, sr jorge é uma pessoa completamente limitada. Limitada cognitivamente, limitada emocionalmente, limitada espiritualmente. Qual condição empírica vc tem para fazer afirmações tão "contundentes"? Alunos autistas são um caso a parte, lógica que necessitam de tratamento diferenciado, mas querer segregar alunos com deficiência física é um absurdo, coisa medieval. Falando nisso evolua muito para chegar a idade medieval.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    John Winston Lennon

    ± 8 dias

    A RPC , mesmo sendo o panfleto fascista que é , deveria ter VERGONHA de publicar um artigo desse nível ! é sórdido ! É Nojento ! É revoltante ! ******** ! Vcs não serão esquecidos !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    4 Respostas
    • M

      Mirtão

      ± 8 dias

      Jorge Dias: KKK pensei a mesma coisa. Acho que saiu do coma depois da derrota dos peteba. KKKKKKKKKKKKKK

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Mirtão

      ± 8 dias

      Pensei que este 3057a tava na Venezuela. Ou que tivesse cometido suicídio. KKKKKKKKKKKKKKKK

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      Jorge Dias

      ± 8 dias

      Opa. Nosso espantalho voltou.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Adriano

      ± 8 dias

      Você leu? É uma pesquisa

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.