Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Educação
  3. Vida na Universidade
  4. Vestibular
  5. Muitas Vozes - Ferreira Gullar

UFPR

Muitas Vozes - Ferreira Gullar

  • Mariana Sanchez, especial para a Gazeta do Povo
  • Atualizado em às
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Escrito em 1999, 12 anos após o livro anterior de Ferreira Gullar, Muitas Vozes é um conjunto de 54 poemas independentes com forte traço memorialístico, que foge a qualquer classificação literária. A obra resgata a polifonia do autor ao longo de sua trajetória como poeta, o que explica as muitas vozes do título.

Mais do que em outros livros, Gullar evoca imagens cotidianas ao mesmo tempo em que faz questionamentos existenciais e explicita sua visão de mundo. O autor pertence ao Modernismo da chamada Geração de 45, caracterizada pelo experimentalismo linguístico e formal, preocupação social e a valorização do raciocínio e do trabalho artesanal do poeta. Autenticidade, lirismo e referências autobiográficas são marcas fortes do autor neste livro.

TemasDesejo, erotismo (no poema Coito), expressão da morte da esposa (em Thereza), sexo (Definição da moça), a dualidade entre barulho e silêncio (Nasce o poeta e Evocação do silêncio), família (Filhos), figuras políticas (Queda de Allende), referências literárias, como Mallarmé e exílio político (Filho da ilha).

FormaTrata-se de poemas independentes, divididos em 4 partes: Muitas Vozes, Ao rés da fala, Poemas recentes e Poemas resgatados. Gullar escreve em tom prosaico, com um vocabulário cru e sem rebuscamento. São versos livres, ora longos, ora curtos, por vezes rimados, que não seguem uma linearidade padrão, portanto não respeitam começo, meio e fim. De acordo com a professora Glaucia Lopes, o uso da sinestesia e de metáforas são características presentes no livro. O autor abdica da pontuação e, muitas vezes, se distancia da própria gramática normativa

Fonte: Glaucia Lopes, professora de Literatura Brasileira e Língua Portuguesa do curso Unificado.

Veja um exemplo de questão da Federal:

(UFPR/2005) O poema que se segue integra o volume intitulado Muitas vozes, publicado por Ferreira Gullar no ano de 1999.

Ouvindo apenase gato e passarinhoe gatoe passarinho (na manhãveloze azulde ventania e arvoresvoando)e cãolatindo e gato e passarinho (sórumoresde cãoe gatoe passarinhoouçodeitadono quartoàs dez da manhãde um novembrono Brasil)

Acerca do poema acima reproduzido, considere as seguintes afirmativas:

I. No plano da linguagem poética, pelo menos um dos procedimentos empregados pelo autor em Muitas vozes encontra-se exemplificado em Ouvindo apenas: o texto espacializado (a linguagem de base visual).

II. O sujeito lírico de Ouvindo apenas mantém-se desligado do mundo objetivo, mostrando-se insensível a estímulos físicos.

III. O emprego de quadras e tercetos isométricos associa Ouvindo apenas ao modelo estrutural do soneto.

IV. O poema justapõe dois registros da realidade: fora dos parênteses, os elementos da realidade são relacionados de forma objetiva; dentro dos parênteses, fica evidenciada a atuação do componente subjetivo.

V. Embora use recursos do fazer poético concretista, Ferreira Gullar harmoniza a ousadia formal com a representação da emoção.

Assinale a alternativa correta:

a) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.c) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.d) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.e) Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.

Resposta: a)

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE