Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mulheres do Curitiba Silverhawks e do Brasília Pilots estrearam em um jogo oficial neste sábado, em Curitiba | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Mulheres do Curitiba Silverhawks e do Brasília Pilots estrearam em um jogo oficial neste sábado, em Curitiba| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O futebol americano curitibano ganhou uma nova página neste sábado (22). Nove anos depois da primeira partida masculina oficial no país, um jogo feminino full pad– com todos os equipamentos obrigatórios – foi realizada na cidade.

Apesar do apoio dos cerca de 300 torcedores no Complexo Brown Spiders, no bairro Tarumã, as meninas do Curitiba Silverhawks sucumbiram ao nervosismo da estreia no Campeonato Brasileiro e perderam por 22 a 6 para o Brasília Pilots.

O time brasiliense, que já contava com experiência em flag football, modalidade sem equipamento e com contato limitado, dominou a primeira metade da disputa e ficou em vantagem no placar logo na primeira posse de bola.

No intervalo, as brasilienses venciam por 22 a 0, com três touchdowns marcados em corridas, além de duas conversões de dois pontos.

A partir do segundo tempo, quando o nervosismo passou, a atitude do Silverhawks mudou. A defesa, que antes não conseguia parar as investivas do Pilots, cresceu e não deixou as rivais ganharem mais território.

Assim, o ataque também ganhou confiança e marcou o primeiro touchdown de sua história, com uma corrida da quarterback, dirigente e técnica Ester de Alencar, de 20 anos.

Mesmo com uma grande pressão no fim da partida, o Silverhawks não conseguiu chegar novamente à endzone no histórico jogo.

O resultado adverso, porém, não diminuiu a emoção da estreia. “Eu sonhei com esse dia há muito tempo”, agradeceu Ester, entre lágrimas, na conversa com suas companheiras após o apito final.

“Nós dominamos elas no segundo tempo, no ataque e na defesa. Vamos repetir isso em Sinop”, destacou Amanda Ramos, outra líder do time, citando a próxima partida, em 16 de setembro, contra o Sinop Coyotes.

Como a equipe é amadora, a direção do Silverhawks está em busca de patrocínios para bancar a viagem ao Mato Grosso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]