i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Divisão de Acesso

AFA ameaça abandonar a competição

Clube de Umuarama que joga por Foz do Iguaçu diz não ter dinheiro para encerrar o hexagonal final

  • PorAdriano Ribeiro, especial para a Gazeta do Povo
  • 01/07/2009 15:24

O AFA/Foz, equipe que disputa o hexagonal final da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense, ameaça desistir da competição. O clube alega não ter mais dinheiro para continuar no torneio, que se encerra em agosto. A sede original do AFA fica em Umuarama, mas como nenhum estádio da cidade foi aprovado pela Federação Paranaense de Futebol (FPF), o time tem mandado os jogos em Foz do Iguaçu. A administração do futebol do clube durante a competição também ficou sob responsabilidade de alguns dirigentes do Foz.

De acordo com o diretor administrativo e financeiro do Foz, Arif Osman, os contratos com os atuais patrocinadores da equipe acabam nesta sexta-feira (3). "Depois desta semana, não temos mais como arcar com os custos do time", conta.

O gasto mensal com as despesas do clube é de cerca de R$ 80 mil. Atualmente, o AFA é o lanterna do hexagonal final, com três pontos.

O dirigente ainda afirma que o time pode não entrar em campo já a partir da próxima rodada, quando deveria enfrentar o Arapongas fora de casa. "Existe a chance de nem viajarmos neste fim de semana", revela Osman.

O responsável pelo clube junto à FPF é o presidente do AFA em Umuarama, Welton Terra Júnior. Ele diz que se a desistência for confirmada, vai acionar o Ministério Público contra os dirigentes em Foz do Iguaçu. "Eu não quero desistir. Quem tomar essa decisão vai sofrer as consequências", declara.

Segundo o vice-presidente da FPF, Amilton Stival, nenhum comunicado oficial chegou à entidade, mas ele explica que a desistência de um campeonato em andamento pode acarretar diversas punições. "O clube é suspenso, desfiliado, tem de pagar uma multa de R$ 100 mil, entre outras sanções no Tribunal de Justiça Desportiva", conta.

Neste ano, na Série A do Campeonato Paranaense, o Iraty pediu para não disputar as últimas partidas do octogonal, pois não aspirava a mais nada no torneio, mas a FPF obrigou o clube a permanecer na disputa. O Azulão acabou o torneio na sétima colocação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.