Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Balanços de Athletico, Coritiba e Paraná Clube
Balanços de Athletico, Coritiba e Paraná Clube| Foto: Gazeta do Povo

Os balanços divulgados por Athletico, Coritiba e Paraná Clube nesta semana mostram que, somados, os clubes paranaense devem mais que R$ 1 bilhão. O Athletico é o maior devedor com R$ 633,3 milhões em dívidas. O Coritiba deve R$ 241,8 milhões. Já o Paraná tem uma dívida de R$ 135,7 milhões.

>> Dívida da Arena da Baixada já está perto de meio bilhão

O Athletico é o maior devedor principalmente pela dívida da Arena da Baixada. No total, o Furacão apresenta uma dívida de R$ 633,3 milhões (somados valores do balanços do clube e da CAP S/A).

>> Mesmo com queda na dívida, Coritiba ainda deve mais do que possui

Segundo o relatório, o clube deve cerca de R$ 430 milhões referente ao seu estádio ao Fundo de Desenvolvimento Estadual pelo financiamento para concluir o estádio. A perícia judicial avalia a Baixada em R$ 634,9 milhões. Ou seja: pouco mais de 65% do imóvel estaria comprometido para cobrir o empréstimo para construção.

>> Venda de patrimônio e Série A amenizam drama financeiro do Paraná, diz balanço

A resolução da situação do estádio atleticano ainda está na Justiça. O clube quer provar que o total gasto foi além dos R$ 184,6 milhões acordados no tripartite (com os governos estadual e municipal), visando dividir também os R$ 291 milhões emprestados pela Fomento para sua conclusão. As execuções da dívida podem levar o imóvel para penhora.

>> Compare os balanços de Athletico, Coritiba e Paraná

O Coritiba teve uma diminuição na dívida em relação ao ano passado: o débito caiu de R$ 246,1 milhões, em 2017, para R$ 241,8 milhões, no ano passado. Apesar da diminuição do valor das dívidas, o Coxa vive uma crise financeira.

O time ainda tem débitos de gestões passadas, principalmente pelas contratações excessivas no ano do rebaixamento, débitos do PROFUT e de outras dívidas trabalhistas. Somado aos débitos, a má fase em campo vão fazendo o caixa da equipe reduzir a cada ano.

O acesso à Série A em 2017 fez o Paraná diminuir a dívida total de R$ 153,1 milhões, em 2017, para R$ 135,7 milhões, em 2018, apesar do mau desempenho e do período em que atrasou salários dos jogadores.

O valor das dívidas do Tricolor vem principalmente de problemas trabalhistas, que o clube tem firmado com a Justiça do Trabalho, com ex-funcionários e atletas, além de pagamento para PROFUT. De volta à Série B e com baixo pagamento de televisão neste ano, o Paraná deve ter problemas no balanço de 2019.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]