Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Atlético abre nova era Petraglia

Política

Atlético abre nova era Petraglia

Sócios-torcedores do Rubro-Negro elegem a chapa CapGigante para comandar o clube até o fim de 2014. Presidente toma posse hoje à noite com a missão de concluir a Arena Fifa e recolocar o Furacão na Série A

  • Gustavo Ribeiro
Antes mesmo da vitória nas urnas, enquanto caminhava para retornar à Arena da Baixada, Mario Celso Petraglia já comemorava o triunfo e a retomada do poder dentro do Atlético |
Antes mesmo da vitória nas urnas, enquanto caminhava para retornar à Arena da Baixada, Mario Celso Petraglia já comemorava o triunfo e a retomada do poder dentro do Atlético
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Atlético abre nova era Petraglia

Na maior disputa eleitoral da história do Atlético, a chapa CapGi­­gante saiu vencedora, com 3.213 votos (67% do total) contra 1.565 (33%) dos oponentes. O resultado foi divulgado ontem às 23 horas. O grupo liderado pelo ex-presidente e atual gestor das obras da Arena para a Copa, Mario Celso Petraglia, tem Antônio Carlos Bettega como novo presidente do Conselho Deliberativo – e outros 292 conselheiros. O grupo comandará o Rubro-Negro no triênio 2012-2014.

Logo após a primeira parcial da disputa (21h), o clima de “já ganhou” dominava entre os petraglistas.

O grupo centralizou toda a campanha em torno da figura de Petraglia, o maior vencedor desse processo. A eleição de ontem teve ares das mais acirradas disputas por cargos públicos. Com muito dinheiro em caixa, a CapGigante utilizou-se de vários expedientes para mobilizar os eleitores: telemarketing, carreatas, publicidade, além de uso intensivo da internet. Como trunfo na reta final, reaproximou-se da principal facção de torcedores do Rubro-Negro e reuniu ídolos atleticanos para angariar votos.

Nessa quinta-feira, durante todo o processo eleitoral, o dirigente se colocou novamente à frente dos correligionários. Ao longo do dia, boa parte do tempo po stado no portão de entrada do estádio, o local da votação, foi afável com eleitores. Tudo cercado por inúmeros fãs e apoiadores. Rejeitou, no entanto, qualquer contato com jornalistas. Negou-se, por exemplo, a comentar o triunfo esmagador nas urnas.

Ele será aclamado hoje mesmo, às 18h30, no Centro de Trei­­na­men­to do Caju, no Umbará, como presidente do Conselho Adminis­trativo, ou seja, o comandante-maior do clube, em uma assembleia protocolar. Além dele, serão empossados os outros integrantes do Administrativo, bem como os responsáveis pelo Conselho Fiscal e pela Comissão de Ética e Disciplina.

Aos 67 anos, o empresário retorna ao posto máximo do Furacão depois de quase três temporadas afastado do dia a dia do clube – chegou a afirmar que nunca mais exerceria um cargo diretivo no futebol atleticano.

Entre 1995 e 2008, ano em que passou o poder para Marcos Malucelli, sempre atuou diretamente na vida do time. Foi presidente do Conselho Gestor (atual Administrativo) em três ocasiões (1995-97, 1999 e 2002-03) e atuou na presidência do Conselho De­­liberativo e na diretoria de marketing nos outros anos.

Em 1998, cumpriu suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter o nome envolvido em um esquema de corrupção na arbitragem.

A partir de agora, Petraglia vai acumular dupla função, já que continua como gestor da comissão que comanda o projeto de conclusão da Arena para a Copa. Dessa forma, terá caminho livre para fazer o que achar melhor em relação ao estádio.

Pela frente, além da questão Arena, tem o desafio de recolocar o Furacão na Série A do Campeonato Brasileiro em um ano que o Atlético jogará longe de casa – Petraglia quer o Couto Pereira como alternativa. Além disso, a maior promessa feita durante a campanha, vale ser anotada: campeão mundial em 10 anos.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE