203616

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Logotipo Futebol 2019
PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Athletico
  4. Após xingamentos na Arena, técnico do Atlético minimiza críticas da torcida

brasileirão

Após xingamentos na Arena, técnico do Atlético minimiza críticas da torcida

Após sacar o atacante Nikão para colocar o meia Felipe Gedoz, o coro da arquibancada foi contra o treinador, que por 11 anos treinou equipes da Europa antes de comandar o Furacão

  • Felipe Raicoski, especial para a Gazeta do Povo
 | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Mal chegou ao Brasil e o técnico Fabiano Soares já conheceu uma realidade comum aos treinadores no país: ser chamado de burro após uma derrota. O Atlético perdeu para a Ponte na Arena e pode acabar a rodada na ZR. Após sacar o atacante Nikão para colocar o meia Felipe Gedoz, o coro da arquibancada foi contra o treinador, que por 11 anos treinou equipes da Europa antes de comandar o Furacão.

O comandante rubro-negro até encarou com bom humor a ira dirigida a ele, e procurou minimizar as reações adversas às mudanças. “Está no contrato, xingar a mãe, o treinador, é normal. Isso é futebol, quando a torcida reclama, tem razão, quando aplaude, tem razão. Sem problema”, afirmou.

As arquibancadas já tinham protestado quando o treinador sacou o avante Pablo, e a substituição de Nikão foi o estopim para o coro dos atleticanos. A explicação de Soares para a mudança é física. “Nikão estava cansado. Jogou quinta, correu, correu, então ele estava muito cansado”, pontuou.

Mesmo com a dupla sendo a principal fonte de jogadas para o Atlético enquanto esteve em campo, o comandante viu uma melhora na equipe após as saídas. “Está bem claro, após a saída dele criamos várias situações. Sinceramente, acho que a equipe melhorou”, destacou, sobre a entrada de Gedoz e do atacante Eduardo da Silva.

O atacante Ribamar afirmou que ter confiança de que Soares vai resolver o problema do ataque atleticano e saiu em defesa do treinador. “A torcida tem o direito de cobrar, mas é apenas o segundo jogo dele (Soares). O trabalho é bom e vai dar certo”, ressaltou.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>