Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Avaí comemora gol de Maicon, que garantiu a vitória contra o Furacão | Fernando Remor /Estadão Conteúdo
Avaí comemora gol de Maicon, que garantiu a vitória contra o Furacão| Foto: Fernando Remor /Estadão Conteúdo

O Atlético perdeu para o Avaí por 1 a 0 neste domingo (26) e ficou longe por uma possível vaga na Libertadores. O experiente lateral Maicon marcou o gol da vitória dos catarinenses, que ficam vivos na luta pela permanência na Série A. Na etapa final, o lateral Fabrício isolou o pênalti e a grande chance de empate do Furacão na partida.

Com o resultado, o Rubro-Negro fica na 12ª posição com 48 pontos e muito longe de terminar entre os nove primeiros colocados do campeonato. Para isso acontecer, o Bahia precisaria tropeçar diante a Chapecoense e empatar com o São Paulo na última rodada, além de o Atlético-MG perder para o Grêmio.

TABELA: Veja a classificação e os jogos do Brasileirão

Isso tudo contando com o Furacão vencendo o Palmeiras na última rodada -- o Rubro-Negro recebe o Alviverde na Arena da Baixada. O jogo está marcado para às 17h do próximo domingo (3). No mesmo dia e horário, o Avaí visita o Santos.

Por sinal, os catarinenses alcançaram os 42 pontos e aparecem na 18ª colocação. Com um ponto a menos do que Vitória e Coritiba e a mesma pontuação do Sport, a luta contra o rebaixamento será decidida apenas na 38ª rodada.

O jogo

Os donos da casa entraram em campo sabendo que, caso fossem derrotados, estariam rebaixados. Por isso, pressionaram até abrir o placar, aos 15 minutos. O atacante Maurinho fez a jogada pela direita com o volante Pedro Castro, que percebeu a entrada de Maicon na grande área. O lateral recebeu e chutou na gaveta de Weverton.

LANCE A LANCE: veja como foi a partida

O gol acordou o Furacão, que passou a se soltar mais. Entretanto, mesmo acabando a primeira etapa com 64% da posse de bola, o time pouco assustou o goleiro Douglas por abusar nas bolas aéreas.

Nos 45 minutos finais, o Atlético melhorou. Fabrício era o homem da bola parada até os 26 minutos, quando Felipe Gedoz entrou no jogo. O lateral esquerdo quase fez um olímpico, mas errou feio quando Sidcley foi atropelado pelo zagueiro Alemão na grande área. Na cobrança da penalidade, o goleiro caiu para o lado direito. Com o canto oposto livre, a bola foi parar praticamente na arquibancada.

“No pênalti, eu sabia que ia bater. O professor falou que [a ordem dos batedores] era eu, Jonathan e Thiago Heleno. Eu sabia que o goleiro ia para o lado direito. Peguei muito forte na bola e o vento também atrapalhou um pouco. Errei, mas só erra quem bate. Faz parte do futebol e bola para frente”, disse Fabrício.

Por fim, restou aos donos da casa administrarem a vantagem até o apito final do árbitro Wilton Pereira Sampaio.

Craque

Maurinho

O atacante deu muito trabalho para a defesa atleticana e foi o grande destaque da partida. Principal arma pelo lado direito, fez diversas jogadas combinadas com Maicon.

Bonde

Fabrício

O lateral desperdiçou o pênalti que poderia dar o empate ao Furacão no segundo tempo.

Guerreiro

Marquinhos

Com a vantagem no placar, o experiente meia cadenciou o jogo e orientou muito os companheiros dentro de campo.

Gols

Primeiro tempo

1 x 0 (15 min) - Maicon recebeu de Pedro Castro dentro da área e acertou o ângulo de Weverton.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]