Antes mesmo de tomar a decisão de seguir à frente da seleção masculina para um novo ciclo olímpico, Bernardinho pedia paciência com os jovens que teriam a dura missão de substituir uma geração vencedora. Após a classificação antecipada para as finais da Liga Mundial, o técnico admite que a expectativa sobre a equipe, formada pela mescla entre veteranos, como Giba, e novatos, como Lucão, aumentou.

"Temos alguns jogadores veteranos muito importantes e a expectativa é grande porque os resultados inicias foram bons. A gente precisa de mais entrosamento, mas logo teremos um grupo mais preparado, no nível mais competitivo possível. O grupo anterior teve oito anos brilhantes. Agora chegam jogadores novos, mas com muito mais energia", afirmou o técnico, durante uma feira de negócios nesta terça-feira.

Um dos jogadores mais experientes do grupo, o líbero Serginho evitou fazer previsões sobre os resultados da equipe, mas disse que todos estão preparados para enfrentar desafios ainda maiores.

"O time mostrou bom desempenho, a gente sabe que os jogos vão ficar cada vez mais difíceis."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]