Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Como aconteceu nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007 (86 x 81), o Brasil, mais uma vez, suou para derrotar a seleção das Ilhas Virgens, agora pelo Pré-Olímpico de Las Vegas, EUA. A equipe brasileira venceu por 93 a 89, mas tomou um susto no segundo quarto de jogo, quando os adversários abriram uma vantagem de 12 pontos. O próximo desafio do Brasil é contra os astros dos EUA, neste domingo, às 22h.

O armador Leandrinho, do Phoenix Suns (NBA), comandou a recuperação verde e amarela na noite deste sábado e foi o cestinha da partida com 36 pontos. Na estréia, contra o Canadá, Leandrinho também foi o maior pontuador, com 30.

Bom início, mas depois: pane geral!

O quinteto brasileiro formado por Leandrinho, Murilo, Valtinho, Marcelinho e Tiago Splitter começou bem a partida contra as Ilhas Virgens. A seleção abriu 7 a 2 no placar e terminou o primeiro quarto com uma pequena vantagem: 25 a 23. Até aí, tudo bem. Mas ninguém esperava um apagão do Brasil no segundo quarto.

Os virginenses mostraram porque deram trabalho no Pan do Rio e fizeram os brasileiros saírem para o intervalo atrás no placar. Cuthbert Victor comandou a virada das Ilhas Virgens no segundo quarto, 25 a 16 no período e 48 a 41 no placar.

Intervalo abençoado

Parece que o técnico Lula Ferreira deu uma grande bronca nos jogadores brasileiros durante o intervalo. Isso porque a seleção voltou com tudo para o terceiro quarto e fez, nada menos que, mais que o dobro de pontos do adversário: 31 a 15. Além da boa atuação de Leandrinho, o armador Valtinho chamou atenção com as dez assistências conquistadas no jogo.

Mesmo depois de abrir uma boa diferença, os brasileiros não conseguiam manter uma regularidade. No último quarto, os virginenses apertaram a marcação e voltaram a dificultar a partida. No fim, o placar marcou 93 a 89 para a seleção verde-amarela, que conquistou a terceira vitória no Pré-Olímpico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]