Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Com um gol aos 43 minutos do segundo tempo, o Sport derrotou o Figueirense por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 12ª rodada do Brasileirão 2007. O Leão marcou os primeiros pontos fora de casa e chegou aos 18 pontos na tabela, enquanto os catarinenses seguem com 17.

Os próximos compromissos das duas equipes são neste domingo, ambos às 18h10m (de Brasília). Enquanto o Sport recebe o Botafogo, na Ilha do Retiro, o Figueirense visita o Santos, na Vila Belmiro.

Primeiro tempo fraco

As duas equipes encontraram dificuldades para criar jogadas de ataque na primeira etapa e tiveram poucas chances de gol. Aos 12 minutos, o lateral do Figueira André Santos ameaçou dar um chute frontal, mas isolou a bola por cima do gol. O Sport tentava se aproveitar dos contra-ataques rápidos de Anderson e Carlinhos Bala, mas não conseguia concluir para a meta alvinegra.

Embora tocasse melhor a bola, o time catarinense também concluía mal. Aos 17, depois de uma falha da defesa pernambucana, Henrique chutou fraquinho para a defesa de Cléber. Aos 31, Victor Simões limpou um zagueiro pela direita e arriscou um chute colocado, que passou perto do gol. Nos últimos minutos, os jogadores alvinegros pediram um pênalti em Otacílio Neto, que teria sido deslocado no ar, após cruzamento.

Põe o pé na fôrma!

O jogo ficou mais movimentado no segundo tempo, embora tanto Figueirense quanto Sport continuassem encontrando dificuldades para chutar a gol. Aos três minutos, Carlinhos Bala partiu em velocidade e, quando ia chegar livre de frente para o gol, foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Bruno carimbou a barreira. Aos 18, Bala recebeu livre na direita, mas em vez de chutar deu um passe para Anderson. Vinícius foi esperto, se antecipou e afastou o perigo.

A torcida do Figueira começou a ficar impaciente com a queda de rendimento do time. Aos 22, Otacílio até tentou chutar de longe, mas isolou de novo. Até que, aos 26, Bilica apareceu de surpresa na área e foi puxado por Peter dentro da área: pênalti marcado. Na cobrança, Washington acertou a bola reserva, do lado de fora do campo (assista ao vídeo acima). Aos 31, o centroavante marcou, mas como estava impedido, o gol foi anulado.

Bala na agulha

De tanto insistir, o atacante Carlinhos Bala foi premiado com um presente no fim do jogo. Aos 43, ele partiu em contra-ataque fulminante, mas desta vez, em vez de passar para um companheiro, chutou direto na saída de Wilson, marcando o gol da primeira vitória do Leão fora de casa no Brasileirão. E sem dar tempo para a reação do Figueirense.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]