Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Maradona rói mais unhas do que passa instruções ao time. Perdeu o jogo e os cascos. Porém, desejo que nossos vizinhos também embarquem à Copa. O Mundial perderia muito do brilho sem os platinos.

Se as unhas de El Pibe não crescerem a tempo e lhe faltarem para estes jogos, fica a sugestão para que a Asociación del Fútbol Argentino compre as unhas dos dedos da Sra. Lee Redmond, ex-detentora do título das maiores lâminas distais das mãos de todo o planeta, quebradas lamentavelmente em acidente de automóvel. E se os oito metros de unhas da Sra. Lee não bastarem, nos comprometemos desde já a enviar nosso ilustre Zé do Caixão para acompanhar Dieguito.

* * *

O técnico da seleção brasileira, Carlos Caetano Bledorn Verri, ganhou o apelido errado. Na hipótese de que sua alcunha seja oriunda mesmo dos Sete Anões, com Feliz ele não se parece, mesmo. Como nunca espirrou em público, Atchim seria vago. Mestre? Não! Apesar das pálpebras caídas sobre os olhos, não convenceria como Soneca (chegou da Argentina e foi direto, sem trocar as roupas, checar a estrutura da hospedagem da seleção em Salvador).

Sim, é verdade. Dengoso lhe caíria bem: é choramingas. A verdade é que Dunga é o anão que menos se assemelha a Verri. Dunga – sempre o último dos anões para tudo – é acanhado, tímido, ingênuo… E nunca reclama, pois nunca se deu ao trabalho de falar.

Então só restou Zangado. É óbvio! Dunga é, na verdade, o Zangado, que roubou a identidade de Dunga para não dar muito na vista que é mau-humorado; e parecer mais simpático ao público.

Mas cá entre nós: Zangado nunca convenceu que é o Dunga. E agora, classificadão para a Copa, pode apostar: Zangado vai assumir que é o Zangado. Fiquem alertas repórteres. Acabaram os dias do amável Dunga. Zangado, agora não precisando esconder nada, vai responder, no mínimo, com uma chuteirada a qualquer pergunta que não lhe agradar.

* * *

Sérgio Soares abandonou o Paraná e voltou ao Santo André. Felipão admitiu: em futebol, dinheiro sim é que bate um bolão. Soares nem precisou esperar até o fim do ano para subir à Série A.

* * *

O gol de bicicleta de Ariel causou espanto e frenesi somente para nós. Seus colegas estão enjoados de suas bicicletas em treinos. "Pô, Ariel! Pára com isso! Vai acertar minha cara!". É um cacoete do gringo que, enfim, teve seu dia de glória.

E o Alex Mineiro, está marcando gols em treino? Ou nem isso?

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]