i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Série B

Com apoio da torcida, Coritiba mantém escalada rumo à elite

Com ajuda de seis mil pessoas em Joinville, Alviverde contabiliza agora nove jogos de invencibilidade. Vitória convincente anima a equipe de Ney Franco

  • PorNapoleão de Almeida, enviado especial
  • 24/07/2010 21:04
Betinho comemora o primeiro gol na vitória por 2 a 1 do Coritiba contra o Sport: torcida alviverde deu um show na Arena Joinville | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Betinho comemora o primeiro gol na vitória por 2 a 1 do Coritiba contra o Sport: torcida alviverde deu um show na Arena Joinville| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Alviverdes, enfim, se sentem em casa

Um pouquinho de Curitiba, um pedaço do Alto da Glória, desceu a Joinville ontem. Não foram só os cerca de 6 mil torcedores coxas; foi um clima inteiro que lembrava o Couto Pereira. Desde o friozinho característico até (e principalmente) o apoio alviverde em maior número que nas vezes anteriores no exílio.

O torcedor trouxe a saudade e levou a impressão de que viu o melhor jogo do Coxa no ano. "Eu estava aguardando um fim de semana para poder vir. Já era hora", disse o administrador Gilberto Costa, um dos vários que desceram a serra e pegaram um trânsito digno dos grandes jogos do Coxa em dia de novena na Igreja Perpétuo Socorro.

"Com certeza, [a torcida] veio aqui nos incentivar, foi muito bom", disse o atacante Marcos Aurélio, que voltou a marcar depois de ser destaque no Paranaense. Aliás, foi consenso que quem foi para Joinville viu de perto a melhor partida do time. Se não no ano, na competição.

"A gente teve umas boas apresentações, a final Atletiba... Mas com certeza na Série B foi", comentou Jéci. Pereira apontou a razão: "A diferença é que o Sport veio para jogar." A postura das duas equipes não propiciou apenas um jogo aberto. Num momento raríssimo no futebol, nenhum cartão foi distribuído pelo árbitro Fabrício Neves Corrêa, que não errou em nenhum lance e esteve muito bem disciplinarmente. (NA)

  • Confira a ficha técnica do jogo entre Coritiba e Sport

Para quem esperou tanto tempo para ver o Coritiba jogar, a vitória sobre o Sport, em Santa Catarina, foi um bom presente. Uma festa que ainda não tinha sido vista no exílio coritibano (5.860 pagantes). Um placar que não reflete o que foi o jogo (2 a 1), mas mostra o quanto será difícil este campeonato – batalha após batalha. E nem sempre com o apoio de ontem (leia mais nesta página). Mas não é momento de pensar nisso: graças à vice-liderança (o Coritiba chegou aos 21 pontos, contra 23 do Náutico) e uma bela apresentação.

"Magrãaaaooo!" era o grito mais ouvido por quem estava com ouvido no radinho ou nas cabines de imprensa. Os narradores não cansaram de gritar o nome do goleiro rubro-negro, que só no primeiro tempo fez seis defesas acima da média.

"A gente está jogando bem, perdemos várias chances para fazer mais um gol", analisou Betinho, autor do primeiro gol coxa. Ele fez, o conjunto sobrou. "Isso é importante. A gente teve um imprevisto [a lesão de Lucas Mendes no vestiário] e quem entrou está dando conta. Assim é que o coletivo [grupo] fica forte", valorizou o capitão Jéci, que apontou: "Deveria estar uns quatro a zero."

Devia, mas é Série B. E do outro lado estava o Sport, um dos rivais com maior tradição na disputa. E o que estava fácil foi ficando difícil. O ritmo alucinante do primeiro tempo caiu, com a melhor marcação do time pernambucano. No fundo, mais emocionante para quem desceu a serra. Uma segunda etapa muito mais equilibrada aguardava o Coxa. Jogo lá-e-cá, até que Marcos Aurélio, voltando de contusão, se reencontrou com as redes. Ainda assim, mostrando que não cairia fácil, o Sport descontou. E os minutos finais trouxeram apreensão e lições.

"A gente tem de fazer esses gols para dar tranquilidade lá atrás, porque senão todo jogo é esse sufoco", cobrou Jéci. "Foi um jogo em que a gente podia ter liquidado logo no primeiro tempo", reclamou Pereira. Ele cobrou, mas comemorou. "Valeu, a equipe deles é uma equipe que vai brigar para subir."

Voltar a vencer em Joinville, no dia em que a torcida esteve em maior número no estado vizinho, no entanto, não deu a liderança. Ainda, segundo Ramón. "A gente tava fazendo o inverso, tropeçando em casa e buscando fora. Se agora pontuarmos fora, com certeza vamos chegar."

Na próxima rodada, o Coritiba viaja a Goiânia, encarar o Vila Nova, pior time do campeonato até então. Para chegar ao primeiro lugar, o Coxa pode contar com uma ajudinha do rival tricolor.

Enquanto joga no Serra Dourada, olho na Vila Capanema, onde o líder Náutico encara o Paraná. A liderança agora pode não garantir nada, mesmo após nove jogos seguidos pontuando na competição. Mas em tempos de exílio, de viagens raras aos sábados, é mais um motivo para chegar mais tarde em casa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.