Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Familiares e amigos cobram lista de passageiros no balcão da TAM no Salgado Filho | José Ernesto/Correio do Povo
Familiares e amigos cobram lista de passageiros no balcão da TAM no Salgado Filho| Foto: José Ernesto/Correio do Povo

Despedidas são sempre desagradáveis. Ou quase sempre. Para uma parte da torcida do Paraná Clube, a despedida do técnico Pintado do clube nesta quinta-feira (19), em jogo contra o Flamengo, às 20h30, no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia-MG, não deixará saudades. O que esses torcedores esperam é apenas uma vitória, para quebrar o jejum de quatro jogos sem vitória, e dar fim a queda da equipe na tabela do Brasileirão.

A Sportv transmite a partida ao vivo para todo o Brasil, menos para o Rio Grande do Sul e Minas Gerais, que acompanham Goiás x Grêmio. A Gazeta do Povo Online acompanha a partida lance a lance em tempo real.

A confirmação da notícia de que Pintado estaria deixando o Tricolor para seguir para os Emirados Árabes Unidos, onde irá dirigir o Emirates Sport Club, não pegou ninguém de surpresa, ainda mais pela fase ruim vivida pelo time. A diretoria não perdeu tempo e já acertou com Gilson Kleina (ex-Ipatinga-MG) para comandar os paranistas na seqüência no torneio. O novo técnico, aliás, estará no estádio acompanhando o jogo.

Para essa partida diante dos cariocas, o zagueiro Nem deverá ser a principal novidade do Paraná. O jogador será escalado, na ausência de Daniel Marques (lesionado). No meio, Goiano segue ao lado de Beto, uma vez que Adriano ainda está machucado e não seguiu com a delegação para Minas Gerais. Nas demais posições, nenhuma novidade. A diferença é que Vandinho irá jogar mais adiantado, com Vinícius Pacheco voltando para completar o meio-campo.

No "rachão" realizado na Vila Capanema, pela manhã, antes da viagem do grupo, Pintado se despediu dos funcionários do clube que o acolheu durante os últimos 62 dias. Para deixar "as portas abertas", como se diz na gíria do futebol, a ordem é vencer, para sair "por cima".

Flamengo

Na zona de rebaixamento, mas com alguns jogos a menos do que os demais clubes do Campeonato Brasileiro, o Flamengo iniciará uma verdadeiras maratona. Nos próximos dois meses, serão 17 jogos, com pouquíssimo tempo de intervalo entre eles. E se quiser se aproximar da ponta da tabela, esta é a hora da arrancada. Antes do jogo contra o Paraná, o Rubro-Negro teve uma semana recheada de boas notícias.

Três novos jogadores foram contratados para reforçar o meio-campo. O apoiador Roger e os volantes Cristian e Ibson são as novas opções de Ney Franco. Renato Augusto retorna da seleção brasileira sub-20 em condições de jogo e Léo Moura está recuperado da lesão na coxa direita. Mas o melhor mesmo está no retorno de Obina, recuperado da lesão no joelho. A última partida do atacante foi no dia 25 de fevereiro, na semifinal da Taça Guanabara contra o Vasco.

"O problema dele é o ritmo de jogo. Por isso ele fica no banco e quem vai dizer se ele vai entrar ou não será o jogo", afirmou o técnico Ney Franco antes da viagem para Uberlândia. Os únicos desfalques são os zagueiros Irineu e Ronaldo Angelim, suspensos. Entram Rodrigo Arroz e Thiago. Uma força extra deve vir das arquibancadas: dos 50 mil ingressos colocados à venda, cerca de 32 mil foram vendidos. A torcida mineira promete empurrar os flamenguistas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]