Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Sem citar abertamente o favoritismo da seleção brasileira, Pelé afirmou que o mais importante é o Brasil estar na final | Reuters
Sem citar abertamente o favoritismo da seleção brasileira, Pelé afirmou que o mais importante é o Brasil estar na final| Foto: Reuters

O ex-jogador Pelé afirmou nesta segunda-feira, durante evento em São Paulo, que acredita que Alemanha e Espanha são as principais favoritas para vencer a Copa do Mundo no Brasil. "Estive dois anos viajando pela Europa e, para mim, as duas equipes que estão melhores são Alemanha e Espanha. De qualquer forma, entre as europeias, ainda temos a Inglaterra e a Itália que temos que respeitar. O Mundial é uma caixa de surpresas", disse.

O Rei do Futebol apontou ainda a Argentina e o Chile como duas seleções que podem dar trabalho. "Não podemos duvidar da Argentina e do Chile, que é uma novidade. Acho que essas são as quatro melhores seleções do momento", afirmou, referindo-se a Alemanha e Espanha e aos dois sul-americanos. Sem citar abertamente o favoritismo da seleção brasileira, Pelé afirmou que o "mais importante é o Brasil estar na final".

Pelé também disse no evento que durante sua carreira não tinha apenas um grande rival. "Todos os meus marcadores eram grandes rivais", disse. Ele destacou, no entanto, o ex-zagueiro são-paulino Roberto Dias e o alemão Franz Beckenbauer como "os melhores marcadores leais com quem jogou". "Aí tinham os desleais, mas é melhor não citar os nomes", afirmou.

Pelé participou do lançamento do Better Life Index Brasil, a versão em português do Índice para uma Vida Melhor, organizado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Durante o evento, o ex-jogador lembrou do seu milésimo gol e da mensagem que aproveitou para passar na ocasião, de solidariedade a todas as crianças e aos pobres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]