Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Torcedor equatoriano aguardou a seleção país no Salgado Filho, em Porto Alegre. Recepção em Viamão teve multidão e trio elétrico | Jorge Zapata / EFE
Torcedor equatoriano aguardou a seleção país no Salgado Filho, em Porto Alegre. Recepção em Viamão teve multidão e trio elétrico| Foto: Jorge Zapata / EFE

No extremo do País, o Rio Grande do Sul vai receber apenas uma seleção durante a Copa do Mundo. E o Estado preparou uma grande festa para ela. Na noite desta segunda-feira (9), o Equador chegou a Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, e encontrou uma multidão maior do que a que acolheu qualquer outra delegação no pré-Copa.

Apesar do atraso de três horas no voo que levou os jogadores de Quito, capital do Equador, até Porto Alegre, onde desembarcaram no Aeroporto Salgado Filho, milhares de pessoas se amontoaram na praça da matriz de Viamão para receber a seleção sul-americana.

Surpreendidos com tamanha festa, os jogadores até aceitaram subir no trio elétrico que a prefeitura local estacionou na praça. Ali, receberam as boas vindas de autoridades municipais. O meia-atacante Antonio Valencia, do Manchester United, que é o capitão da seleção, ganhou a chave da cidade, entregue pelo prefeito.

No Grupo E da Copa, o Equador estreia no Mundial jogando diante da Suíça, no domingo, em Brasília. Depois, a seleção equatoriana enfrenta França e Honduras em busca de uma vaga nas oitavas de final da Copa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]