Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A disputa entre britânicos e argentinos pelas ilhas Malvinas (Falklands, em inglês) continua repercutindo no futebol. De acordo com o jornal "Daily Mail", os atletas da seleção inglesa foram instruídos a não falar sobre o assunto. O recado estaria em um quadro dentro do vestiário no Dolphins Stadium, estádio onde o time de Roy Hodgson empatou contra Honduras no último sábado (7).

No mesmo dia, a Argentina venceu a Eslovênia por 2 a 0, em amistoso realizada em La Plata. Antes da partida, jogadores do time de Alejandro Sabella exibiram uma faixa com a inscrição "Las Malvinas son argentinas" (As Malvinas são argentinas). A Fifa condenou a manifestação política dos sul-americanos e estuda multar a federação nacional.

O Reino Unido e a Argentina disputaram a posse das ilhas em uma guerra de abril a junho de 1982. Nesse período, mais de 900 soldados morreram. O conflito encerrou com vitória dos britânicos, liderados pela primeira-ministra Margaret Thatcher. Na Argentina, a queda foi responsável por acelerar o fim do período militar.

Fotografado pelo jornal, o quadro menciona a catimba dos hondurenhos e alerta os jogadores que os adversários da Copa podem apresentar comportamento parecido. Além disso, os convocados são instruídos a sempre afirmarem que o grupo já está pronto para a estreia contra a Itália, na próxima sexta-feira (14).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]