Gol de Daniel Alves evitou derrota brasileira no Paraguai. | PABLO BURGOS/AFP
Gol de Daniel Alves evitou derrota brasileira no Paraguai.| Foto: PABLO BURGOS/AFP

O Brasil escapou da derrota contra o Paraguai aos 46 minutos do segundo tempo. Na noite desta quarta-feira (29), depois de sair perdendo por 2 a 0 no Estádio Defensores del Chaco, a seleção se aproveitou do recuo do adversário e buscou a igualdade com um gol salvador do lateral Daniel Alves.

Apesar do gosto de vitória diante das circunstâncias até então negativas, o Brasil caiu para o sexto lugar na tabela das Eliminatórias para a Copa de 2018 – fora da área de classificação para o Mundial, empatado com os paraguaios e com campanha superior apenas a Peru, Bolívia e Venezuela.

CLASSIFICAÇÃO: veja como está a briga pelas vagas para a Copa da Rússia

A pressão pela demissão do técnico Dunga, já cogitada nos bastidores da CBF, pode aumentar São só duas vitórias em seis jogos na competição sul-americana. Na Copa América do ano passado, outra competição oficial disputada sob o comando do treinador gaúcho, a seleção não passou das quartas de final, eliminada pelo próprio Paraguai.

Outra vez diante do oponente, o time verde-amarelo foi dominado no primeiro tempo. O gol paraguaio, porém, só saiu aos 40 minutos, com Lezcano. Logo no início da etapa final, aos 3, Benítez ampliou. Só a partir daí o Brasil passou a dominar as ações. O primeiro gol da equipe foi marcado aos 33 por Ricardo Oliveira, que substituiu o suspenso Neymar. Depois de muita pressão, Daniel Alves empatou nos acréscimos.

“Para conseguir o nossos objetivo, não será só qualidade, tem que ter garra e atitude como tivemos hoje, apesar dos erros. Eu acredito que a gente tem que melhorar. Deixamos muito espaço às vezes, mas temos que conversar e melhorar nossa parte”, analisou Daniel.

A seleção volta a atuar pelas Eliminatórias somente em setembro, quando encara fora de casa o Equador, um dos líderes da disputa, e recebe a Colômbia. Antes, em junho, o Brasil tem a Copa América Centenário, nos Estados Unidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]