Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Corinthians, aos poucos, vai subindo na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira (16), no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o atual campeão da Copa Libertadores derrotou o Internacional, por 1 a 0, e subiu para a nona colocação, agora com 24 pontos.

O gol da vitória corintiana foi marcado pelo zagueiro Paulo André, de cabeça, aos 23 minutos do segundo tempo.

A derrota foi a primeira do Internacional sob o comando do técnico Fernandão, até há pouco tempo diretor de futebol do clube colorado e antes centroavante do próprio clube gaúcho, São Paulo e Goiás. Nas seis partidas anteriores, foram quatro vitórias e dois empates.

Com 30 pontos, o Internacional segue em quinto lugar e perde a chance de ultrapassar o rival Grêmio, que tem 31, e voltar ao G-4 - a zona de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

No fim de semana, pela 18.ª rodada, o Corinthians terá um clássico pela frente. No domingo (19), às 16 horas, enfrenta o Santos de Neymar e Paulo Henrique Ganso, na Vila Belmiro. O Internacional segue em São Paulo, onde no mesmo dia, às 18h30, joagrá contra a Portuguesa, no estádio do Canindé.

O jogo

Com inúmeros desfalques nos dois times, a partida no Pacaembu teve um início de muito equilíbrio e pouco emoção. Logo aos 3 minutos, o Corinthians teve uma boa oportunidade de abrir o placar - em um chute de Adilson e o rebote de Danilo, ambos defendidos pelo goleiro Muriel -, mas nada de mais significativo aconteceu até o intervalo.

Por jogar fora de casa, o Internacional preferiu esperar o Corinthians em seu campo e tentava sair em rápidos contra-ataques. Geralmente a bola era lançada para a dupla de ataque Jajá e Rafael Moura, que fazia a sua estreia, mas o lance era parado por causa do impedimento de um dos dois atacantes colorados.

Na volta do intervalo, os dois times resolveram jogar bola. Apesar de os técnicos Tite e Fernandão não terem feito qualquer substituição, a postura dos jogadores foi outra e a partida ganhou mais emoção. O Corinthians tocava mais a bola e, quando abria algum espaço, arriscava o chute de longe, como fez o volante Willian Arão em duas oportunidades, mas sem perigo para Muriel.

Aos 10 minutos, Tite resolveu sacar o centroavante Adilson, que estava perdido no meio dos zagueiros colorados, e colocou o garoto Giovanni, que deu mais movimentação ao ataque.

O argentino Martínez ficou mais pelo lado esquerdo e foi neste setor que sofreu uma falta aos 23 minutos. Douglas cruzou com veneno na primeira trave e o zagueiro Paulo André se antecipou à marcação para cabecear no meio do gol e abrir o placar para o Corinthians.

Em desvantagem, Fernandão abriu um pouco o time com as entradas de Dátolo, Mike e Lucas Lima, mas pouco conseguiu criar de perigo para o gol de Cássio. O Corinthians, fechado e pronto para um contra-ataque, conseguiu segurar o resultado positivo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]