Jogadores do Coritiba comemoram a conquista da Taça Dionísio Filho. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Jogadores do Coritiba comemoram a conquista da Taça Dionísio Filho.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

A Taça Dionísio Filho, o primeiro turno do Paranaense 2018, é do Coritiba. Com uma convincente vitória por 3 a 0 sobre o Rio Branco neste domingo (25), no Couto Pereira, o clube garantiu vaga antecipada em uma eventual decisão do campeonato e viu a torcida extravasar com gritos de “olé” e “é campeão”.

O atacante Alecsandro abriu o placar (37/1º), após boa trama entre Julio Rusch e Iago Dias. O camisa 9 comemorou com a famosa “careta” criada por seu pai, Lela, ídolo alviverde na década de 1980.

O zagueiro Thalisson Kelven, de calcanhar, aumentou aos 15 minutos da etapa final. Após cobrança de escanteio, Alecsandro chutou mascado e o defensor desviou com estilo, tirando do alcance do goleiro Jhones.

>> TABELA PARANAENSE 2018: confira os resultados e os próximos jogos

Guilherme Parede fechou o placar (23/2º) ao aproveitar lançamento de Thiago Lopes, ganhar da marcação e chutar colocado.

O capitão Wilson, que completou 150 partidas pelo Coritiba, foi o responsável por levantar o troféu em homenagem ao ex-jogador e comentarista esportivo Djonga.

Se repetir o feito no segundo turno, a Taça Caio Júnior, o Coxa levantará seu 39º título estadual de forma direta, sem necessidade de final.

A conquista simbólica veio 84 dias após a equipe ser rebaixada para a Série B do Brasileirão, nos acréscimos do confronto com a Chapecoense, na Arena Condá. Desde então, sob comando de uma nova diretoria, o time ainda não havia vencido em casa na temporada.

O título do turno confirma o momento de reação na temporada e dá mais tranquilidade para o técnico Sandro Forner trabalhar com o elenco recheado de garotos.

Empurrado por duas classificações na Copa do Brasil, os comandados de Forner mostraram evolução na partida mais importante do ano até aqui. E a aposta na base também surtiu efeito. Dos 11 titulares contra o Rio Branco, oito foram formados pelo Coxa.

O volante Julio Rusch é o símbolo da renovação da equipe. Tornou-se o jogador mais decisivo e na temporada já acumula cinco assistências (uma na final contra o Rio Branco) e dois gols.

Confira o lance a lance e a ficha técnica de Coritiba x Rio Branco:

VEJA TAMBÉM:

>> COPA DO BRASIL: confira o chaveamento completo do torneio

>> BRASILEIRÃO 2018: veja a tabela completa da Série A

>> SÉRIE B: confira a tabela completa da Segundona

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]