i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Londres-2012

Cronômetro provoca confusão na semifinal da esgrima

No final do combate de espada feminina, ponto foi marcado para alemã sem o relógio correr. Sul-coreana se recusou a aceitar derrota

  • PorGazeta do Povo
  • 30/07/2012 13:26
Lam Shin não se conformou com derrota na semifinal | AFP
Lam Shin não se conformou com derrota na semifinal| Foto: AFP

Uma possível falha no cronômetro provocou uma confusão na definição das finalistas da esgrima, na categoria espada individual nesta segunda-feira (30). A sul-coreana Lam Shin empatava com a alemã Britta Heidemann em 5 a 5 faltando um segundo para o fim do combate entre as duas semifinalistas. A vencedora garantiria a disputa do ouro. Um golpe da alemã foi confirmado mesmo sem o relógio aparentemente correr, o que – teoricamente – invalidaria o ponto, que colocou Heidemann na frente em 6 a 5.

O técnico sul-coreano reclamou muito do resultado e Shin se recusou a deixar o espaço em que a luta ocorreu, sinalizando que não aceitaria a derrota. Por fim, depois de mais de uma hora e meia de indefinição, a vitória da alemã foi confirmada e a sul-coreana disputou o bronze contra a chinesa Yujie Sun, mas acabou perdendo a luta por 15 a 11 e amargando o quarto lugar.

Heidemann foi para a disputa do ouro contra a ucraniana Yana Shemyakina, que havia vencido a chinesa um pouco mais cedo por 14 a 13. A ucraniana, porém, não deu chances a alemã e ficou com a medalha dourada depois de vencer a luta por 9 a 8.

A confusão

A um segundo do fim da luta entre Heidemann e Shin, ocorreram três tentativas de reiniciar o combate entre as atletas e, em todas, o resultado foi contestado.

Na primeira vez, um golpe da alemã foi computado, sem o cronômetro ser disparado. O ponto foi retirado e o combate reiniciado. Na segunda vez, o relógio correu, mas as duas tiveram os golpes da espada confirmados contra a adversária e os juízes invalidaram a pontuação e reiniciaram a disputa.

Na terceira tentativa, a sul-coreana golpeou a alemã com a espada, mas sua tentativa foi frustrada e a espada não tocou o peito da adversária. Já Heidemann conseguiu encostar a ponta da espada no coleta da sul-coreana e o ponto foi marcado. Porém, mais uma vez, o cronômetro não regrediu, o que levou o técnico de Shin contestar se o cronometro realmente estava funcionando.

O técnico pediu a anulação do ponto, mas os juízes confirmaram o resultado e a vitória da alemã por 6 a 5. Desde então, Shin se negou a deixar o tablado, não aceitando a derrota. Ela acabou sendo retirada pela organização do local chorando muito.

O impasse sobre o resultado da luta durou aproximadamente uma hora e meia, até o resultado ser confirmado. Árbitros e dirigentes reuniram-se durante todo o período tentando resolver a situação. O site da Olimpíada de Londres confirmou a vitória da alemã por 6 a 5 logo após a luta, mas não colocava as atletas no chaveamento para a final até a questão ser resolvida.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.