Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Abel Braga faz várias mudanças no Internacional | Albari Rosa / Gazeta do Povo
Abel Braga faz várias mudanças no Internacional| Foto: Albari Rosa / Gazeta do Povo

Desperdiçando várias chances durante o jogo, e pecando na proteção da zaga em jogadas de bolas paradas, o Coritiba acabou sendo derrotado por 3 a 2 para o Paulista no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, em São Paulo. A frustração dos jogadores era clara, afinal o alviverde saiu na frente e não teve competência para segurar o placar, que pelos resultados da rodada, colocaria o Coxa na liderança da Série B do Brasileirão.

Como detalhe, os jogadores do Coritiba foram a campo vestindo camisetas com a foto da estudante Ana Cláudia Caron, morta durante a semana. O crime chocou a cidade e comoveu os atletas alviverdes.

O jogo

Os primeiros minutos de jogo foram só do Coritiba. Antes mesmo de encontrarem o posicionamento ideal em campo, os jogadores do Paulista foram surpreendidos pelo zagueiro Jeci. O defensor aproveitou a desatenção da zaga adversária e completou o cruzamento de Caíco para as redes, abrindo o placar logo no primeiro minuto da partida.

O Paulista respondeu com perigo aos 7 minutos de jogos. Ruy cobrou uma falta da direita e acertou a trave de Edson Bastos, que já estava batido no lance. Depois de recuar um pouco, dando espaços para o Paulista trabalhar a bola com mais tranqüilidade, o Coritiba voltou a ameaçar aos 13 e aos 14 minutos, mas os bons cruzamentos de Pedro Ken pela esquerda não encontraram nenhum jogador alviverde.

Como seguiu ganhando espaço na partida, o Paulista não demorou muito para balançar as redes do Coritiba. Aos 16 minutos, Ruy fez o levantamento e Marcelo Toscano cabeceou para encobrir o goleiro Edson Bastos e empatar a partida. O alviverde paranaense se desorganizou e recuou demais, enquanto o Paulista aproveitou as chances. Aos 26 minutos, Marco Aurélio achou Marcelo Toscano bem posicionado e fez o lançamento. O atacante dominou e tocou entre a trave e o goleiro Edson Bastos para decretar a virada dos anfitriões.

O Coritiba só voltou a ameaçar aos 39 minutos, quando Caíco fez um bom passe para Pedro Ken, que recebeu e girou sobre a marcação para depois chutar para fora. Desatento nos minutos finais, o alviverde acabou levando mais um gol na primeira etapa. Marcelo Toscano fez o levantamento e Diego Paulista surgiu de peixinho para tocar no gol de Edson Bastos.

Segundo tempo

Para os 45 minutos finais, o técnico René Simões decidiu promover duas modificações e voltou para o jogo com Henrique Dias e Túlio nos lugares de Caíco e Gilberto Flores. "Temos que cuidar das bolas paradas e depois dar velocidade ao time", disse Simões antes do intervalo.

As mudanças surtiram efeito imediato no time alviverde, que já aos três minutos viu uma boa jogada trabalhada pelos jogadores que haviam acabado de entrar. Túlio desceu pela direita e cruzou para Henrique Dias, que dominou e disparou uma bomba para grande defesa de Victor. Mas o lance que veio dois minutos depois roubou a atenção nos primeiros minutos. Henrique Dias fez um belíssimo passe para Hugo, que após falha infantil de Victor, ficou de cara para o gol. O jogador demorou demais para tocar nas redes, que estavam a menos de um metro a sua frente, e Dema se jogou e tirou em cima da linha.

O Coritiba manteve o bom ritmo e aos 11 minutos conseguiu diminuir a vantagem do Paulista. Hugo fez um lançamento do circulo central, que foi direto para Henrique Dias. O lateral Zeziel e o goleiro Victor se chocaram e o atacante do Coritiba aproveitou a falha e tocou para as redes dos anfitriões.

O lance mais polêmico do jogo aconteceu aos 22 minutos. Henrique Dias fez belo passe para Hugo, que dominou e tocou nas redes do Paulista. O auxiliar de arbitragem Ezequiel Barbosa Alves levantou a bandeira e anulou o lance, mas por uma posição irregular de Fabinho, que não participou da jogada. Hugo, que foi quem marcou, estava em condição legal.

Os visitantes tiveram nova chance de empatar aos 34 em cobrança perigosa de Anderson Lima, mas o goleiro Victor espalmou para fora. A partida ficou nervosa e antes do seu término dois jogadores, um de cada time, foram expulsos. No Coritiba, Henrique Dias sentiu uma contusão e deixou a equipe com apenas dois jogadores.

Confira a ficha técnica e os lances de Paulista x Coritiba

Veja como ficaram os times na classificação da Série B

Acompanhe os resultados da rodada e os próximos jogos de Coritiba e Paulista

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]