i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Seleção Brasileira

Emocionado, Mano revela tristeza por deixar Corinthians

  • PorAgência Estado
  • 25/07/2010 20:30

O novo técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, realizou neste domingo (25) sua última partida à frente do Corinthians, na vitória por 3 a 1 sobre o Guarani, pelo Campeonato Brasileiro. Ao final do jogo, o treinador deu uma volta no campo e foi ovacionado pela torcida.

Emocionado, ele retribuiu com palmas para cada setor do Pacaembu. E garantiu que será difícil deixar o Corinthians. "É legal porque é uma coisa natural, que partiu do coração do torcedor. Vale muito para mim. É difícil ver uma torcida fazendo isso quando o técnico parte. Estou emocionado, porque gosto daqui (do Corinthians), o que torna a saída mais difícil", declarou Mano.

Apesar de enaltecer o seu carinho pelo clube, o técnico enalteceu que os jogadores do Corinthians não terão mais chances de ser convocados para a seleção. "Não farei a escolha dos jogadores por outro fator que não seja a qualidade técnica. Se os jogadores do Corinthians estiverem bem, serão convocados. Mas jamais estarão presentes na seleção só por serem do Corinthians" garantiu.

Mano concordou com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, sobre a necessidade de renovação no Brasil, mas afirmou que ela não pode ser acelerada. "Precisamos sim passar por essa transformação, mas não será na velocidade que imaginam. Não podemos expor o futebol brasileiro. É um processo difícil de ser conduzido, pois há um oscilação maior", analisou.

Sobre o novo técnico do Corinthians, Adilson Batista, Mano afirmou não ter aconselhado a diretoria, por ser "uma responsabilidade muito grande", mas elogiou seu substituto. "É competente, jovem e vem fazendo bons trabalhos. Ainda não tem a calma que eu tenho, mas vai adquirir", completou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.