Número seis do mundo lamenta eliminação precoce no Grand Slam americano | Jessica Rinaldi/Reuters
Número seis do mundo lamenta eliminação precoce no Grand Slam americano| Foto: Jessica Rinaldi/Reuters

Número 6 do mundo, o tenista francês Jo-Wilfried Tsonga entrou no US Open como um dos candidatos ao título. Mas foi eliminado precocemente nesta quinta-feira, ao perder para o desconhecido eslovaco Martin Klizan ainda na segunda rodada do torneio que acontece em Nova York, nos Estados Unidos.

Klizan ocupa apenas a 52ª colocação do ranking e só tinha disputado o US Open uma única vez, em 2010, quando perdeu na estreia. Dessa vez, porém, o eslovaco de 23 anos desbancou o favorito Tsonga e ganhou por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 1/6, 6/1 e 6/3, em 2 horas e 12 minutos de partida.

Agora, Klizan espera a definição de seu adversário na terceira rodada do último Grand Slam da temporada. Ele jogará contra o vencedor do confronto entre o francês Jeremy Chardy e o australiano Matthew Ebden.

Enquanto Tsonga deu adeus precoce, dois espanhóis confirmaram o favoritismo nesta quinta-feira. Feliciano Lopez derrotou o também espanhol Pablo Andujar, que tinha sido algoz do brasileiro Thomaz Bellucci, por 6/4, 6/1, 6/7 (5/7), 3/6 e 7/5. E Nicolas Almagro ganhou do alemão Philipp Petzschner por 6/3, 5/7, 5/7, 6/4 e 6/4.

Na terceira rodada do torneio, Feliciano Lopez irá enfrentar o escocês Andy Murray, que tinha se classificado na noite de quarta-feira. E Almagro jogará contra o norte-americano Jack Sock, que eliminou nesta quinta o italiano Flavio Cipolla por 6/2, 6/2 e 6/4.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]