i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Tênis

Federer fecha o ano em grande estilo

Suíço derrota Rafael Nadal na decisão do ATP Finals. “Parabéns por tudo”, destacou o espanhol depois da disputa que encerra a temporada

  • PorAgência Estado
  • 28/11/2010 21:16
Roger Federer chega ao pentacampeonato do torneio que reúne os melhores do ano | Glyn Kirk/ AFP
Roger Federer chega ao pentacampeonato do torneio que reúne os melhores do ano| Foto: Glyn Kirk/ AFP

Londres - Dessa vez, Roger Federer levou a me­­lhor. Em mais um duelo decisivo entre os dois melhores tenistas da atualidade, o que já virou um dos maiores clássicos do esporte mundial, o suíço derrotou o espanhol Rafael Nadal por 2 sets a 1, ontem, em Londres, e conquistou o título do ATP Finals. Assim, ele foi campeão pela quinta vez do torneio que reúne os oito principais jogadores do ano e que marca o encerramento da temporada.

Foi o 22.º confronto entre os dois melhores do mundo. Ambos chegaram à decisão deste domingo invictos, mas Federer parecia estar em me­­lhor forma. Nadal chegou a admitir o cansaço depois da batalha do dia anterior, quando precisou de mais de 3 horas para derrotar o escocês Andy Murray na semifinal. Assim, o suíço bateu o rival espanhol com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1, em 1 hora e 37 minutos de partida, e conquistou o título.

Com isso, Federer se igualou ao norte-americano Pete Sampras e ao tcheco Ivan Lendl, únicos que foram campeõs cinco vezes na última competição do ano – o suíço venceu também em 2003, 2004, 2006 e 2007. Número 2 do mundo e recordista de títulos no Grand Slam (16 conquistas), Federer terminou a temporada também com cinco troféus, in­­cluindo o Aberto da Austrália.

Nadal, por sua vez, perdeu a chance de faturar um troféu inédito e coroar sua brilhante temporada. O número 1 do mundo venceu Roland Garros, Wim­­bledon e US Open neste ano, somando um total de sete títulos, e abriu ampla vantagem no ranking. Como consolo, segue em vantagem no histórico do confronto com Federer, com 14 vitórias e agora oito derrotas.

Os dois tenistas começaram o duelo vencendo seus games com facilidade. Mais concentrado, Federer apresentava ligeira superioridade nos pontos e não demorou para obter o primeiro break point da partida, no oitavo game. O suíço conseguiu se impor no saque do rival, abriu 5/3 e encaminhou a vitória no set inicial, após 32 minutos de partida. Ao todo, ele registrou 14 bolas vencedoras, contra apenas duas do líder do ranking, e cedeu apenas três pontos em seu serviço.

O segundo set repetiu o início do jogo. Federer e Nadal mostraram eficiência em seus games de serviço até o quarto game, quando o espanhol desequilibrou o duelo. Mais motivado, ele ameaçou o saque do rival pela primeira vez na partida e obteve a quebra. Na sequência, o número 1 do mundo se defendeu bem das in­­ves­­tidas do rival em seu backhand e manteve a vantagem até fechar a parcial e devolver o placar de 6/3.

O terceiro e decisivo set manteve o equilíbrio das parciais anteriores. Federer não se abateu com o empate do adversário e foi para o ataque. No quarto game, mostrou consistência na defesa e aproveitou os erros de Nadal, bem mais cansado, para faturar mais uma quebra e ficar em vantagem. Melhor em quadra, o suíço continuou a mostrar eficiência no saque e nas bolas vencedoras no fundo de quadra – foram 32 em toda a partida, contra 11 do rival. Assim, fechou em 6/1.

"Você jogou incrivelmente bem durante toda a semana. Parabéns por tudo", disse Nadal, ao elogiar Fe­­derer no discurso de entrega dos troféus do torneio. "Não acredito que tenha estragado suas férias, pois ele teve um ano fantástico, um ano so­­nhado por todos os jogadores", afirmou o suíço, na troca de gentilezas tão características en­­tre os dois me­­­­lho­­res tenistas do mundo.

Campeões tam­­bém na edição 2008, o canadense Daniel Nestor e o sérvio Nenad Zimonjic, que disputaram sua última competição juntos, conquistaram também neste domingo o título na chave de duplas do ATP Finals.

Eles derrotaram a parceria formada pelo indiano Mahesh Bhupathi e pelo bielo-russo Max Mirnyi por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/4.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.