Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Cruzeiro vinha de três vitórias seguidas no Brasileiro. O Figueirense, ao contrário, não vencia há três jogos. No entanto, no confronto desta terça-feira, em Florianópolis, melhor para o time da casa, que venceu por 2 a 1, com gols de Otacílio Neto e Felipe Santana - Roni descontou.Assista ao gol de Felipe Santana, que deu a vitória ao time da casa

Com a vitória o Figueirense somou 14 pontos, deixando a equipe mineira para trás, com 13. Na próxima rodada, o Figueira pega o Internacional fora de casa. A Raposa também joga longe de seus domínios. Encara o Santos no interior paulista.

Animado com as últimas atuações, o Cruzeiro parecia querer manter o ritmo dos jogos anteriores. Partiu para cima do time de casa e criou três chances em menos de 11 minutos. No primeiro ataque, Wagner e Araújo caíram na área seguidamente. Nada foi marcado. No lance seguinte, Wagner cruzou, Carlinhos afastou mal e Ramires, no susto, mandou à esquerda do gol.

Aos 11, Mariano fez boa jogada pela direita. Passou entre dois marcadores e cruzou rasteiro. Araújo furou e perdeu grande chance.

Parecia que a Raposa faria um gol a qualquer momento. Parecia. Com 13 de jogo, Diogo foi à linha de fundo e cruzou na medida para Otacílio Neto completar para o fundo do gol.

A partir daí, o Alvinegro equilibrou as ações. As duas equipes fizeram um bom primeiro tempo, e o gol cruzeirense também pegou de surpresa quem acompanhava a partida. A zaga do Figueira marcou bobeira no campo de defesa, aos 27, Araújo roubou a bola, entrou na área e deixou para Roni deixar tudo igual.

O Figueira tentou reagir. Chegou a marcar um gol com Victor Simões, anulado pela arbitragem, que marcou impedimento contestado pelo time da casa. O atacante alvinegro ainda teve tempo de mandar uma bola na trave antes do intervalo.

Zagueiro artilheiro

No início do segundo tempo, o Cruzeiro perdeu Renan, machucado. O Figueira, por sua vez, ganhou um gol. Cleiton Xavier bateu falta da direita, Felipe Santana ganhou no alto e tocou no canto direito de Gatti.

Com 2 a 1 no placar, o Figueirense tentou se estabilizar na partida. Continuou pressionando o Cruzeiro, mas tomou um susto aos 15. Wagner bateu falta da direita, a zaga alvinegra fez linha de impedimento, Roni dominou livre, adiantou a bola e Wilson saiu para colocar para escanteio.

Com a entrada de Guilherme, o time celeste correu atrás do placar. O xodó cruzeirense deu belo passe para Araújo, que chutou de fora da área, obrigando Wilson a fazer grande defesa, aos 27. Quatro minutos depois, o goleiro teve novo confronto com o camisa 7. Cara-a-cara, desviou para escanteio o chute rasteiro do atacante.

Para terminar a série de boas chances cruzeirenses, e também a seqüência de vitórias, Fernandinho bateu falta da direita, a bola bateu no vértice da trave e a bola saiu pela linha de fundo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]