Wagner Love tenta escapar da marcação do Sport Recife no empate em 1 a 1 | Alexandre Vidal/FlaImagem
Wagner Love tenta escapar da marcação do Sport Recife no empate em 1 a 1| Foto: Alexandre Vidal/FlaImagem

O Sport não marcava gol há sete jogos. Para azar do Flamengo, voltou a balançar as redes nesta quinta-feira à noite, no empate por 1 a 1, em Volta Redonda (RJ). Com o resultado, o Flamengo terminou a rodada em 10.º lugar, com 27 pontos. Já a equipe pernambucana, que completou o 11.º jogo sem vitória, está no 18.º lugar, na zona de rebaixamento, com 16 pontos.

O Flamengo começou melhor: estruturado, contra um Sport desorganizado. Abriu o placar, mas, mal, não continuou dominando e permitiu a reação do rival. O jogo chegou a ficar ruim na segunda metade do primeiro tempo, mas na etapa final as duas equipes tiveram chances claras de definir o placar. O que parecia, de início, ser o jogo da reação do Flamengo, terminou com um empate decepcionante para a torcida.

O Flamengo abriu o placar aos 15 minutos, com Ibson, em belo chute na entrada da área. Thomás carregou a bola, foi à linha de fundo, voltou e rolou para Ibson chutar forte no canto, sem chance para Magrão.

Depois do gol, no entanto, o Sport começou a ocupar mais o campo de ataque. E conseguiu o empate, aos 19, depois de erro na saída de jogo do Flamengo. Hugo chutou cruzado, a bola bateu na trave, em Felipe Azevedo e entrou.

O Flamengo sentiu o golpe, mas se reorganizou ainda antes do fim do primeiro tempo. O jogo ficou igual, com poucas chances, e o primeiro tempo terminou sem muitas emoções.

Mas o Sport voltou do intervalo melhor que o Flamengo. Aos 6, Hugo fez pela jogada pela esquerda, se livrou de dois marcadores e cruzou para Felipe Azevedo, na pequena área, que bateu forte demais na bola. O goleiro Felipe salvou o Flamengo aos 14, com linda defesa após cabeceio de Felipe Azevedo.

Aos 25, o Flamengo chegou perto do gol da vitória. Léo Moura foi à linha de fundo e cruzou para Liedson, que pegou de voleio, mas Magrão fez boa defesa. Sete minutos depois, o goleiro, que completou 400 jogos com a camisa do clube, salvou mais uma vez o Sport, após chute de Bottinelli, livre, dentro da área.

"Não podemos deixar cair", disse o atacante Vagner Love. "Jogo em casa, não podemos desperdiçar pontos. Uma vitória nos daria uma boa condição na tabela. Não conseguimos, agora vamos ter de buscar fora de casa", disse o atleta do Flamengo. Já o volante Luiz Antonio reconheceu que falta um camisa 10. "Faltar, falta, mas temos de dar um jeito dentro de campo", disse.

Antes do jogo, o técnico Dorival Júnior tinha expectativa de repetir a escalação pela primeira vez desde que chegou ao clube. Mas o zagueiro González, com problemas particulares, foi liberado para voltar de Volta Redonda ao Rio.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 1 SPORT

FLAMENGO - Felipe; Léo Moura, Welinton, Marllon e Ramon; Víctor Cáceres (Liedson), Luiz Antonio e Ibson; Thomás (Adryan), Vágner Love e Negueba (Bottinelli). Técnico: Dorival Júnior.

SPORT - Magrão; Cicinho, Edcarlos, Diego Ivo e Willian Rocha; Renan Teixeira (Tobi), Rithely, Moacir e Hugo; Gilsinho (Henrique) e Felipe Azevedo (Gilberto). Técnico: Waldemar Lemos.

GOLS - Ibson, aos 15, e Felipe Azevedo, aos 19 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

CARTÕES AMARELOS - Vágner Love (Flamengo); Henrique e Rithely (Sport).

CARTÃO VERMELHO - Willian Rocha (Sport).

RENDA - R$ 111.310,00.

PÚBLICO - 6.035 pagantes.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]