i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fórmula 1

Hamilton vai bem na largada, supera a chuva em Spa e vence na Bélgica

Inglês assume liderança do campeonato após Webber ter problema na largada e chegar em segundo. Massa é quarto, e Barrichello abandona

  • PorG1
  • 29/08/2010 07:44
O inglês venceu a corrida, sua segunda na temporada e assumiu a liderança do campeonato | Reuters
O inglês venceu a corrida, sua segunda na temporada e assumiu a liderança do campeonato| Foto: Reuters

As corridas em Spa-Francorchamps têm como marca registrada a imprevisibilidade, principalmente por causa da instabilidade climática da região da floresta das Ardenas. E o GP da Bélgica deste ano não foi diferente. A chuva caiu no início e nas últimas voltas da corrida, provocando uma enorme confusão. Apenas um piloto escapou dos problema: Lewis Hamilton. O inglês venceu a corrida, sua segunda na temporada e assumiu a liderança do campeonato.

Hamilton está agora três pontos à frente de Mark Webber, antigo líder, que teve problemas na largada, caiu para sétimo, mas se recuperou e conseguiu a segunda posição em Spa-Francorchamps. Robert Kubica, da Renault, completou o pódio com a terceira posição, pouco à frente de Felipe Massa, da Ferrari, o quarto colocado na corrida.

A corrida

Com previsão de chuva, a corrida em Spa-Francorchamps começaria com uma interrogação na cabeça das equipes. Na largada, o pole Webber teve problemas para engatar a primeira marcha e ficou para trás, caindo para a sétima posição. De quebra, ainda atrapalhou todos os pilotos que saíam atrás dele, do lado limpo. O maior ganhador foi Hamilton, que pulou para a ponta, seguido por Kubica e Button, que ultrapassaria o polonês ainda na primeira volta.

E a chuva veio logo no fim da primeira volta, fraca, na região da reta dos boxes, mas suficiente para causar uma confusão. Quase todos os pilotos escaparam na freada para a Bus Stop, última curva do circuito. Barrichello, que vinha em nono, acabou sendo o maior prejudicado. Seu carro patinou e acertou a traseira do carro de Alonso. O espanhol conseguiu ir para os boxes, mas o brasileiro teve de abandonar após a quebra da suspensão.

A confusão provocou a entrada do safety car, que ficou apenas duas voltas na pista, tempo suficiente para o carro de Barrichello ser recolhido e a pista ser limpa. Na relargada, Hamilton manteve a ponta, seguido de perto por Button. O atual campeão da F-1, no entanto, tinha um problema na asa dianteira e perdia rendimento. Alonso, que ficou para trás, entrou novamente nos boxes para tirar os pneus intermediários e colocar os slicks duros.

Com o problema na asa, Button começou a segurar uma fila de vários rivais. O mais próximo dele era Vettel, que estava em terceiro. O alemão começou a pressionar o inglês, que defendia a posição com precisão. Até que, na 17ª volta, o piloto da RBR perdeu a paciência e o carro na freada da Bus Stop. Ele acertou a lateral do carro de Button, que teve de abandonar. Vettel entrou nos boxes para trocar o bico danificado.

Na frente, Hamilton faria seu pit stop na 25ª e voltaria com folga na frente. Webber, Kubica e Massa parariam em seguida e o polonês manteve sua segunda posição. O australiano se manteve próximo do piloto da Renault. Mais atrás, Vettel voltava a aprontar. O alemão ultrapassou Liuzzi na Bus Stop, mas acertou a asa dianteira do italiano e teve o pneu furado. O piloto precisou se arrastar por toda a pista até conseguir chegar nos boxes.

A situação permaneceria inalterada até a 34ª volta, quando a chuva recomeçou em Spa. Os pilotos provocaram um engarrafamento nos boxes, mas Hamilton, Kubica, Webber e Massa se mantiveram na pista. O inglês foi na caixa de brita na 35ª, mas conseguiu retornar à pista. Os quatro fariam a parada na passagem seguinte e o australiano roubaria a segunda posição.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.