Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Marbella Cup

Atlético bate o Dínamo de Bucareste e conquista a Marbella Cup

Com atuação de gala de Marcelo, time rubro-negro desperdiçou muitas oportunidades, mas resolveu o jogo com gol de Marcão

  • Helen Anacleto, especial para a Gazeta do Povo
Marcão comemora com Marcelo o gol do título da Marbella Cup |
Marcão comemora com Marcelo o gol do título da Marbella Cup
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético venceu o Dínamo de Bucareste por 1 a 0, em Málaga, Espanha, neste domingo (10), e conquistou o título da Marbella Cup. O torneio foi escolhido pela diretoria atleticana para compor a pré-temporada do time principal do Furacão. Marcão fez o gol do título ainda na etapa inicial de partida. Além da taça, o Rubro-Negro traz para Curitiba uma premiação de 12 mil euros — cerca de 32 mil reais.

Antes da final, o Atlético havia vencido o Ludogorets Razgrad, da Bulgária, por 6 a 2, e o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, por 1 a 0.

Atlético e Dínamo de Bucareste fizeram um jogo de velocidade. Com o campo pequeno, o ritmo da partida foi acelerado, principalmente nas chegadas de Marcelo, pela direita e Curtean à esquerda da defesa rubro-negra.

Se no início a defesa atleticana chegou a levar alguns sustos nas boas chegadas do time romeno, a reta final da primeira etapa foi de superioridade em vermelho e preto. Depois de desperdiçar algumas chances, Marcão marcou o único gol do Atlético aos 36 minutos.

A jogada começou nos pés de Everton, que recebeu cruzamento pela esquerda e conduziu até a linha de fundo. Na tentativa do chute cruzado com endereço certo, Marcão só teve o trabalho de empurrar para marcar. O time de Ricardo Drubscky poderia ter ampliado na cabeçada de Felipe e em outra tentativa de Marcão, que, diante do gol, desperdiçou um gol feito aos 43.

Na etapa final, o Furacão segurou o ímpeto e priorizou a tranquilidade. Sem se arriscar tanto, o time se postou bem na defesa para tentar impedir o empate do Dínamo. Ao time da Romênia, coube arriscar, mas na disputa entre ataque e defesa, quem levou a melhor foi o Atlético.

O time teve oportunidade de resolver o jogo com Elias, mas o jogador desperdiçou pelo menos duas boas chances. Sem conseguir responder à altura, o Dínamo foi espectador e acabou derrotado depois de vencer as duas partidas antes da final.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE