Mario Celso Petraglia, principal alvo dos torcedores do Atlético durante a vitória sobre o Inter. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Mario Celso Petraglia, principal alvo dos torcedores do Atlético durante a vitória sobre o Inter.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O presidente Luiz Sallim Emed está surpreso com as vaias da torcida do Atlético direcionadas a ele e ao presidente do conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia. Os protestos – com faixas e ofensas verbais – se intensificaram logo após os dois gols rubro-negros na vitória de virada por 2 a 1 sobre o Internacional, domingo (11), na Arena da Baixada.

Mesmo com vitória, torcida do Atlético protesta contra Petraglia e Sallim

Leia a matéria completa

“Você vira um jogo dificílimo como estava sendo. E no momento mais alegre e de maior vibração do jogo de futebol, que é o gol, você é surpreendido por alguns torcedores terem um comportamento inusitado. Não esperava. Foi uma surpresa”, critica Sallim, e m entrevista por telefone à Gazeta do Povo.

A maioria dos protestos foram iniciados pela torcida organizada Os Fanáticos e em alguns momentos, os insultos se espalharam pelo estádio. Feito que já ocorreu na derrota para o Grêmio, pela Copa do Brasil. Mas desta vez, o coro aumentou justamente após os dois gols do atacante Pablo, que garantiram os três pontos sobre os gaúchos.

“Ouvir pessoas que não estão interessadas e só fazem isso por questões políticas, eu vou deixar de lado. Podem fazer críticas. Muitas eu recebo, mas esse comportamento causa estranheza. Aí vão dizer que nós não damos bola para o público. Agora no Brasil e no exterior quando conhecem o projeto do Atlético, todos, sem exceção, elogiam”, defende o mandatário.

A torcida do Atlético também estendeu uma faixa no setor em que a organizada fica instalada com o recado: “Diretoria, seja verdade”. A frase satiriza as faixas colocadas pelo próprio clube em jogos anteriores que estampavam a mensagem “Torcedor seja verdade”, que incentivavam o aumento do número de sócios. As faixas foram arrancadas pelos torcedores depois da partida pela Copa do Brasil.

“Faço um apelo aos torcedores mais sensatos para que analisem o nosso trabalho no clube. Não é fácil montar grandes times. Nós estamos investindo, mas com responsabilidade. Não vai ser de uma hora para outra. Garanto que ninguém quer mais títulos do que nós”, finaliza o cartola.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]