Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Gazeta do Povo
| Foto: Gazeta do Povo

Parece filme repetido, mas o Atlético não pode pensar em outro resultado a não ser a vitória neste domingo, às 18h30, sobre o Figueirense. Jogando em casa, na Arena da Baixada, vencer o rival direto contra o rebaixamento significa se afastar da degola e ainda por cima ultrapassar um ‘concorrente’ à Série B.

Sem mudanças significativas na equipe, o técnico Claudinei Oliveira aposta na força da torcida para pressionar o adversário, que perdeu as últimas três longe de Florianópolis. Ele deu ênfase ao treino de bolas paradas ofensivas e espera que essa arma ‘secreta’ funcione contra os catarinenses.

O ataque atleticano, que marcou uma vez nos últimos seis jogos, também precisa voltar a funcionar para que o Furacão volte a vencer.

AtléticoO Atlético terá uma mudança para o jogo deste domingo. Suspenso na derrota para o São Paulo, o volante Deivid volta naturalmente ao time titular. O atacante Dellatorre, que não atua desde a metade de setembro por causa de uma lesão no tornozelo direito, fica no banco de reservas. Já Douglas Coutinho, que está com a seleção olímpica, desfalca a equipe.

Assim, o provável Furacão tem Weverton; Sueliton, Cleberson, Gustavo e Natanael; Deivid, Hernani, Bady e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo.

FigueirenseA equipe catarinense tem cinco desfalques para o duelo. O zagueiro Thiago Heleno e o atacante Clayton estão suspenso. Já o meia Felipe e os atacantes Marcão e Pablo, que pertencem ao Atlético, não podem atuar por força contratual.

Argel deve escalar o Figueira com Tiago Volpi; Jefferson, Nirley, Raul e Marquinhos Pedroso; Paulo Roberto, França, Marco Antônio e Giovanni Augusto; Mazola e Everaldo.

Chave da vitória

Melhor e pior cenárioO Atlético pode subir para o 10.º lugar na rodada – para isso, além de bater o Figueirense, torce por derrotas de Goiás e Flamengo, além de tropeços de Palmeiras e Chapecoense. Por outro lado, uma derrota para os catarinenses pode deixar o Furacão dentro da zona de rebaixamento – triunfos de Bahia, Coritiba e Vitória colocariam o Atlético na 18.ª colocação.

O árbitro

Histórico

No primeiro turno

Campanha

Curiosidades

IngressosSetor Sócio Furacão: R$ 150 (R$ 75 meia-entrada). Setor Sócio Furacão Plus: R$ 250,00 (R$ 125 meia). Setor Sócio Furacão VIP: R$ 800 (R$ 400 meia). Visitantes: R$ 150,00 (R$ 75 meia). Os ingressos são vendidos pelo Disk Ingressos (3315-0808) e pelo site Ingresso.com.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]