Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Léo deixou o Atlético em 2013 em disputa que envolvia o Vitória e o Flamengo. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Léo deixou o Atlético em 2013 em disputa que envolvia o Vitória e o Flamengo.| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O lateral-direito Léo, o lateral-esquerdo Pará e os pratas da casa João Pedro e Lucas Macanhan foram apresentados nessa quinta-feira (7) no Atlético, com a camisa entregue pelos ex-atletas Marcão e Cocito. A atenção maior ficou com Léo, que retorna ao clube após ter se destacado em 2013, quando foi vice-campeão da Copa do Brasil e terceiro lugar do Brasileiro.

Preocupado com peso, Atlético promete André Lima “fininho”

Leia a matéria completa

Sem se destacar da mesma forma nos anos seguintes no Flamengo, o jogador admitiu que se arrependeu de deixar o Furacão. “Lógico que sim [me arrependo]. Foi o time em que fui muito feliz, fui muito bem aqui no Atlético. Eu sair daqui não foi culpa minha, foi coisa do Vitória com o Flamengo, não pude definir nada”, justifica.

Feliz por retornar e na expectativa de fazer um ano ainda melhor do que em 2013, Léo preferiu não se envolver muito na polêmica gerada na sua saída. Na ocasião, o Atlético chegou a pagar R$ 1,5 milhão por 50% dos direitos econômicos do atleta de 24 anos. O Vitória não só fez o negócio com o Flamengo, como não devolveu o dinheiro para o Furacão.

“Eu fiquei sabendo disso, mas não posso falar nada sobre essa negociação, isso é coisa deles”, afirmou Léo.

Lesões

Consciente de que precisará disputar a posição com Eduardo, que teve um bom desempenho no ano passado, o lateral-direito admitiu que não conseguiu ir tão bem nos dois últimos anos, mas justificou que sofreu muito com lesões. Léo chegou a fazer duas cirurgias, uma no joelho e outra no tornozelo, durante esse período.

“Já estou bem e agora quero entrar em forma na pré-temporada para voltar com tudo”, disse o atleta, admitindo que na sua primeira passagem pelo Furacão pecou por ser um pouco nervoso. Ele chegou a ser expulso na semifinal da Copa do Brasil, contra o Grêmio, ficando suspenso dos dois jogos finais contra o Flamengo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]