Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cristovão Borges quer a primeira com o Atlético no Brasileiro. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Cristovão Borges quer a primeira com o Atlético no Brasileiro.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Atlético tenta frear seu vertiginoso declínio no Brasileiro neste sábado (24), às 17 horas, diante do Fluminense, no Maracanã.

Há nove jogos sem vencer na disputa, o Furacão é a equipe que menos pontuou nas últimas dez rodadas. Neste recorte recente, dos 30 pontos em jogo, o time somou somente seis. Foram uma vitória, três empates e seis derrotas. Anotou sete gols e sofreu 16, acumulando saldo negativo de nove gols e o aproveitamento de 20% dos pontos.

Se considerarmos todo o returno da Série A, a decepcionante trajetória do Atlético supera somente a do Fluminense, justamente o rival desta tarde. Em doze jogos no segundo turno até o momento, os cariocas conquistaram sete pontos. O Furacão, por sua vez, em todo o returno, somou nove. Historicamente, desde 2003, quando o Nacional passou a ser disputado em pontos corridos, este vem sendo o pior returno da história atleticana.

Guia do jogo: Fluminense x Atlético

Leia a matéria completa

Trajetórias semelhantes que posicionam as equipes lado a lado na classificação do Brasileirão e que ainda não livraram os rivais completamente do risco de rebaixamento. Com 40 pontos, na 12.ª posição, os cariocas aparecem com 1% de risco de queda. Já os paranaenses, com 39 pontos, um posto abaixo na tabela, acumulam risco de 5%.

Para quebrar o incômodo jejum, os comandados de Cristóvão Borges esperam aproveitar a confiança obtida na vitória sobre o paraguaio Sportivo Luqueño, na última quarta-feira (21), pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

“A cobrança mais forte é entre nós jogadores. Para o jogo contra o Fluminense vamos levar outra atitude. Será diferente, para voltarmos logo às vitórias”, prometeu o meia Marcos Guilherme, em entrevista ao canal SporTV.

Caveira do Atlético é a imagem do dia do principal jornal da Inglaterra

Leia a matéria completa

O jogador, autor do gol da vitória diante dos paraguaios, garantiu ainda que o objetivo da equipe é se livrar o quanto antes da incômoda possibilidade de descenso. “Não tem mais isso de ganhar dentro de casa ou fora. Temos de ter a mesma postura, fazer de tudo para vencer e sair dessa situação”, complementa o camisa 10.

Vencer fora de casa, aliás, será fundamental para o Furacão voltar a respirar na Série A. Após duelar com o Flu, a equipe encara a 14.ª colocada Chapecoense, que soma apenas um ponto a menos na tabela, na Arena Condá.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]