i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Série C

Santa Cruz vence Sampaio Corrêa e leva título da Série C

Além dos dois finalistas, também subiram para a Série B do Brasileiro os semifinalistas Vila Nova-GO e Luverdense

  • PorAgência Estado
  • 01/12/2013 17:57
Jogadores comemoram a conquista do primeiro título nacional do Santa Cruz | Ademar Filho/Futura Press/Folhapress
Jogadores comemoram a conquista do primeiro título nacional do Santa Cruz| Foto: Ademar Filho/Futura Press/Folhapress

O Santa Cruz conquistou o título da Série C do Campeonato Brasileiro. Não fosse na base do sofrimento, não seria Santa Cruz. Em um jogo com final dramático, o tricampeão pernambucano levou o título. A conquista veio com uma suada vitória sobre o Sampaio Corrêa, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio do Arruda, em Recife.

Como havia empatado sem gols no primeiro jogo, em São Luís (MA), o time tricolor trouxe para sua casa a vantagem de uma vitória simples. E para conseguir suou muito. Após sair à frente com dois gols, os pernambucanos viram o Sampaio diminuir e fazer pressão no fim.

Este foi o primeiro título nacional do Santa Cruz, que tem como troféus mais expressivos os 27 canecos estaduais. Em 2014, o time tentará retornar à elite nacional depois de oito anos - a última vez que disputou a Série A foi em 2006. Além de Santa e Sampaio, também subiram os semifinalistas Vila Nova-GO e Luverdense para a Série B.

O JOGO - Apesar da grande festa feita pela torcida tricolor, o Sampaio começou o jogo querendo estragar o clima de euforia. Aos poucos, porém, o Santa foi assumindo o controle do jogo e passou a construir jogadas de perigo.

O primeiro gol saiu aos 33 minutos, o volante Luciano Sorriso carregou com liberdade pela intermediária e soltou uma bomba no canto direito do goleiro Rodrigo Ramos, que espalmou. Na sobra, o volante Dedé, livre, só completou.

Com a torcida enlouquecida pela vitória parcial, o Santa praticamente liquidou o jogo, logo nos primeiros segundos do segundo tempo. Após saída errada do Sampaio, a bola sobrou para Dedé, que achou o atacante Flávio Caça-Rato nas costas da defesa. O jogador invadiu a área e bateu no canto esquerdo do goleiro. Isso aos 32 segundos.

GOL E PRESSÃO - A partir daí o que se viu foi uma festa ainda maior nas arquibancadas lotadas do Arrudão. Na base do tudo ou nada, o Sampaio se lançou ao ataque, mas só conseguiu diminuir aos 34 minutos. O meia Cleitinho recebeu na área e bateu firme, no canto esquerdo de Tiago Cardoso.

Os minutos finais foram dramáticos. O clima de festa que tomava conta do estádio foi substituído pela apreensão. A preocupação ficou estampada no rosto de cada um dos torcedores presentes. Nos acréscimos, a time maranhense tomou conta do campo de ataque, mas esbarrou na forte marcação tricolor e na ensurdecedora vaia da torcida.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.