Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado | Divulgação Sestranp
Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado| Foto: Divulgação Sestranp
  • Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado
  • Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado
  • Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado
  • Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado
  • Ônibus biarticulado depredado perto do Passeio Público antes do Atletiba de sábado

O clássico entre Coritiba e Atlético no último sábado (4), no Couto Pereira, motivou novamente brigas e confusões nos terminais de ônibus. Ao todo, quatro ocorrências foram registradas pela Polícia Militar, a mais grave na estação-tubo Maria Clara, mais próxima ao estádio. Um ônibus da linha Santa Cândida/Capão Raso foi depredado por torcedores do Atlético que estavam dentro do veículo antes do jogo, por volta das 12h40 e teve 14 vidros quebrados.

Veja fotos do ônibus apedrejado

"Eles lotaram o ônibus no Terminal do Cabral, e estavam até quietos, sem problemas. Quando perceberam as viaturas da PM que faziam a escolta e nos aproximamos do tubo em que iam descer, eles se transformaram. Soltaram bombas e foguetes dentro do ônibus, um começou a pegar fogo e soltar muita fumaça. Jogaram até um rojão entre os carros da polícia, foi uma situação de pânico", relata o motorista Laurentino Schneider, de 58 anos.

"Faz mais de 20 anos que trabalho no ônibus e nunca tinha passado por uma situação dessas. Eles pareciam muito alterados, socaram o painel e o GPS do ônibus. Fui até ameaçado, mas um deles falou para me deixarem em paz", aponta. "Devo ter ficado uns cinco minutos parado no tubo Madre Maria. Uns mandavam abrir as portas, queriam que eu abrisse todas, outros mandavam eu tocar o ônibus, outros falavam pra eu parar. Eu fiquei ali, sem saber o que fazer. Quando peguei o celular não deixaram eu falar."

A confusão durou mais alguns instantes até o ônibus seguir para a estação Passeio Público, onde todos desceram do veículo, que voltou para a garagem. Nenhum passageiro ficou ferido, mas o motorista relata que um dos torcedores saiu sangrando após estourar uma bomba dentro do veículo. Além do biarticulado apedrejado, dois validadores de catraca foram quebrados, também nas estações Passeio Público e Maria Clara. Nos terminais do Boqueirão e Barreirinha também foram registradas brigas e um ônibus da linha Barreirinha/São José teve a porta e um vidro quebrado perto da estação tubo Paiol.

Ônibus apedrejado antes do Atletiba

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]