Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O técnico Paulo César Carpegiani culpou o gramado do Albino Turbay como o principal fator para a derrota do Coritiba por 1 a 0 contra o Cianorte, domingo (29), na estreia do Paranaense.

LANCE A LANCE: Veja como foi a partida entre Cianorte e Coritiba

TABELA: Confira os próximos jogos e a classificação do Paranaense 2017

Sem criatividade, Coxa perde para o Cianorte

Leia a matéria completa

“Nós estamos terminando a pré-temporada, mas não vou arranjar nenhuma desculpa. No segundo tempo a equipe sentiu e caiu de produção. A grande dificuldade foi o estado do gramado. A grama [tipo] jardim te cansa muito”, reclamou o treinador coxa-branca em entrevista à rádio Transamérica.

O gol da vitória do clube do interior foi marcado aos 21 minutos do segundo tempo pelo atacante Vinícius. O tento foi construído após um contra-ataque em que os jogadores do Coxa não conseguiram acompanhar o lance. Atrás no placar, o time de Carpegiani não esboçou reação e pouco assustou o goleiro adversário.

“Há muito tempo tinha essa grama no Mineirão. E eu dava ‘migué’ para não jogar porque jogar no Mineirão com esse gramado, você terminava o jogo pedindo água”, contou Carpegiani. “Mas nós poderíamos ter superado as dificuldades. De qualquer forma, não vou salientar as atuações individuais dos jogadores”, afirmou.

O Coritiba volta a jogar pelo Estadual já na quarta-feira (1) contra o Cascavel, às 20h, no Olímpico Regional.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]