i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
mercado

Coritiba vira ponte de transferência de jogadores para a China

  • PorMarcos Xavier Vicente e Julio Filho
  • 20/06/2016 23:32
Ricardinho e Dion Henrique posaram ao lado de Guilherme Parede com a camisa oficial: atacante do Coritiba  pode ir para a China com a dupla. | /
Ricardinho e Dion Henrique posaram ao lado de Guilherme Parede com a camisa oficial: atacante do Coritiba pode ir para a China com a dupla.| Foto: /

O Coritiba deve ser a ponte para a transferência de dois jogadores para o futebol chinês. Na tarde desta segunda-feira (20), o clube registrou no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF os desconhecidos meias Ricardinho, 34 anos, e Dion Henrique, 31 anos.

CURTA a página Coritiba, Campeão do Povo no Facebook

Ao longo do dia, a diretoria do Coxa não quis dizer o porquê da vinda de ambos. Procurados pela reportagem, o presidente Rogério Bacellar e o diretor-executivo Maurício Andrade não atenderam as ligações da reportagem. Já a assessoria do clube nada soube explicar da transação na segunda-feira de tarde.

Bid

Ao longo do dia, Coritiba não deu maiores explicações da publicação dos nomes de Ricardinho e Dion Henrique no BID da CBF

Reforço desconhecido do Coritiba divulga imagem com ‘camisa batizada’

Leia a matéria completa

Por volta das 22h20, a diretoria confirmou em nota oficial no site que os dois farão recuperação médica e física no clube até irem para a China. “Estes atletas fazem parte de uma parceria técnica construída junto ao futebol chinês”, descreve o texto.Entretanto, a nota não deu maiores explicações de como será a transação. Ao que tudo indica, nenhum dos dois deverá sequer ficar à disposição do técnico Pachequinho, sendo o clube apenas uma ponte para a transferência para a Ásia.

Ricardinho e Dion Henrique foram trazidos por um empresário para Curitiba. Os dois chegaram a tirar foto na bancada de entrevistas da sala de imprensa com camisas oficiais do Coritiba. Na foto, a dupla aparece ao lado do atacante Guilherme Parede, que, ao que tudo indica, também deve ser negociado com o futebol chinês.

Careta...

Foto pupblicada por Dion Henrique em sua página no Facebook

Ao tentar contato com Dion Henrique, a reportagem também não teve as ligações atendidas na noite de segunda. Em sua página no Facebook, o jogador postou na última quinta-feira (16) uma foto com uma camisa de treino do Coritiba.

Segundo a nota do Coritiba, a contratação de Ricardinho e Dion Henrique “será 100% custeada pela parceria, a custo zero para o clube”.

Repetição de erros defensivos ‘explica’ campanha irregular do Coritiba

Leia a matéria completa

“O registro de ambos no BID é uma segurança ao Coxa, que já recebeu em outras ocasiões atletas para realizar período de recondicionamento físico no Centro de Excelência no Esporte do Coritiba (CEECOR)”, explica a nota.

Carreiras

Dion Henrique e Ricardinho têm carreiras discretas.

Dion Henrique soma passagens por Grêmio Barueri, Internacional, Marília, Internacional de Limeira e Santos. No exterior, jogou no Nuremberg, da Alemanha, e no futebol da Romênia.

No começo do ano, a passagem do meia pelo Misto de Três Lagoas, do Mato Grosso do Sul, virou caso de polícia. Dion Henrique e todo elenco e comissão técnica foram despejados do hotel em que moravam por falta de pagamento por parte do patrocinador do clube. Segundo os jornais locais, os jogadores ficaram até sem comer, já que o restaurante que fornecia alimentação aos atletas também não era pago.

Já Ricardinho atuou no Brasil pela Portuguesa e Guaratinguetá. Entretanto, jogou a maior parte da carreira fora do país,em ligas alternativas da Europa: Suíça, Romênia, Azerbaijão e Andorra.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.