i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
mercado

Demitido, Barbosa critica: “pessoas que se julgam mais importantes do que são” no Coritiba

  • PorJulio Filho
  • 31/05/2016 22:23
Valdir Barbosa, ex-diretor de futebol do Coritiba. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Valdir Barbosa, ex-diretor de futebol do Coritiba.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Contratado em agosto de 2015 e demitido nesta terça-feira (31), o ex-diretor de futebol do Coritiba, Valdir Barbosa, criticou a forma como a vida política do clube às vezes incide em seu departamento de futebol.

“A palavra final no Coritiba é do presidente. O problema que pode atrapalhar são as pressões internas que vêm sobre os profissionais”, afirmou Barbosa na tarde de terça-feira (31), no CT da Graciosa.

O ex-dirigente esteve no treino da equipe para se despedir do elenco. “Agora, existe uma certa pressão de algumas pessoas que se julgam talvez mais importantes do que são”, prosseguiu.

Bacellar defende permanência de Kleina no Coritiba. “Ele não marca gol e não defende”

Leia a matéria completa

Ainda de acordo com Barbosa, o elenco montado para a temporada de 2016 corresponde à realidade financeira vivida pelo Coxa, que vem tentando conciliar a saúde financeira do clube com os investimentos no futebol. “Vários jogadores deram certo, às vezes uns contestados. Outros não surtiram o efeito que esperávamos e isto estava previsto. Apenas por isso acho que não seria o motivo [da demissão]”, acredita Barbosa.

Por fim, o ex-diretor acredita que o início do Coxa no Brasileirão não é desesperador. Apesar disso, ele entende que a posição de Gilson Kleina no comando técnico do time está diretamente atrelada à conquista de resultados imediatos. “Com relação ao Gilson Kleina é uma situação complicada. O treinador que não ganha no futebol brasileiro tem endereço certo”, avalia.

“A gente conversa com os jogadores e eles estão preocupados com essa situação porque o Kleina tem um domínio muito bom sobre eles, tanto na parte disciplinar como tática, e os jogadores temem que de repente haja uma mudança radical”, acredita.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.