Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Para o técnico Marquinhos Santos, Coritiba terá de se superar diante da pressão da torcida do Criciúma sábado | Albari Rosa / Gazeta do Povo
Para o técnico Marquinhos Santos, Coritiba terá de se superar diante da pressão da torcida do Criciúma sábado| Foto: Albari Rosa / Gazeta do Povo

O treinador Marquinhos Santos garante que o revés de 1 a 0 sofrido pelo Coritiba contra o Vitória, na estreia na Sul-Americana, quarta-feira, não vai interferir na campanha no Brasileirão. O comandante coxa-branca enfatizou após a derrota em Salvador que a disputa internacional é "outra competição", e que a preparação para o torneio nacional segue firme. Há quatro partidas o time não vence. Sábado o Coxa enfrenta o Criciúma, em Santa Catarina.

"É o momento de entrega, de superação, em função da tabela que temos. O time não está jogando mal, está desenvolvido e equilibrado. Sofremos a segunda derrota seguida. Mas é hora de passar a pensar no Criciúma, de virar a chave", disse Marquinhos.

O time ocupa a 6ª colocação na tabela, com 24 pontos, e está atrás do rival Atlético apenas pelo número de gols marcados (26 a 19). Além disso, está a um ponto de Grêmio e Corinthians, que ocupam o G4.

"A proposta será jogar como temos feito, mesmo sabendo a dificuldade que é jogar lá, com pressão da torcida. A proposta será essa. Não foi diferente diante de Corinthians, nem do Vitória e não será agora. Faremos o possível para que possamos sair com os três pontos", afirmou o técnico alviverde.

Para esse confronto no Estádio Heriberto Hülse, às 21 horas de sábado, o Coritiba terá mais um desfalque no ataque. Bill, que levou o terceiro cartão amarelo contra o Timão no último domingo, está suspenso. Além disso, Alex, que era esperança, foi vetado pelo departamento médico. Apesar das ausências, a linha de defesa estará recomposta.

"Vamos ver com o DM quem estará à disposição. O [Victor] Ferraz, o Leandro Almeida e o Diogo estarão de volta. O Chico vai passar por uma reavaliação, mas voltam todos", concluiu o treinador.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]