Torcida do Coritiba enche o Couto Pereira no clássico com o Atlético: Alviverde espera repetir a dose contra outro Atlético, o Mineiro. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Torcida do Coritiba enche o Couto Pereira no clássico com o Atlético: Alviverde espera repetir a dose contra outro Atlético, o Mineiro.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Coritiba poderá contar com a sua torcida para o jogo do próximo sábado (3), contra Atlético-MG, às 18h30, no Couto Pereira. O clube conseguiu nessa segunda-feira (28) um efeito suspensivo para a perda de um mando de campo por causa da briga entre torcedores do Sport, há cerca de um mês, em um jogo no estádio coxa-branca.

Com o efeito suspensivo, o clube não perderá o mando pelo menos até que ocorra o julgamento no pleno do Superior Tribunal de justiça Desportiva (STJD), o que ainda não tem data definida. “Pode ser que ocorra no dia 8, mas como há muita demanda, com muitos recursos das Séries A,B,C e D, o julgamento pode ficar para depois”, conta o advogado Itamar Cortês.

Segundo o advogado, a luta do clube agora é para anular a perda de mando e ainda diminuir a pena de multa de R$ 50 mil. Na opinião do Coxa, o valor é excessivo.

No último final de semana, após a derrota para o Cruzeiro, o técnico Ney Franco, do Coritiba, comentou que seria um absurdo o clube jogar com portões fechados no sábado por causa de uma confusão entre torcedores do Sport no Couto Pereira.

“É inconcebível. A torcida organizada adversária é quem briga e a gente é punido”, reclamou Ney Franco. “É prudente fazer mais uma vez a promoção de ingressos e ter a casa cheia nos apoiando, para não favorecer o Atlético-MG”, acrescentou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]